HOME

NOTÍCIAS

PepsiCo fortalece objetivo climático e se compromete em zerar emissões líquidas até 2040

PepsiCo fortalece objetivo climático e se compromete em zerar emissões líquidas até 2040

Reprodução tradingpedia

A PepsiCo, Inc. seus planos de aumentar em mais de duas vezes o seu objetivo climático baseado em evidências científicas, visando uma redução de mais de 40% nas emissões absolutas de gases de efeito estufa (GEE) em toda a sua cadeia de valor até 2030. Além disso, a empresa se comprometeu a alcançar emissões líquidas zero até 2040, uma década antes do previsto no Acordo de Paris. Especificamente, a PepsiCo planeja reduzir em 75% as emissões absolutas de GEE em todas as suas operações diretas (escopos 1 e 2) e em 40% na sua cadeia de valor indireta (escopo 3) até 2030 (linha de base 2015). Esta ação deve resultar na redução de mais de 26 milhões de toneladas métricas de emissões de GEE ou o equivalente a retirar de circulação mais de cinco milhões de carros por um ano inteiro. "Os graves impactos das mudanças climáticas estão se intensificando e precisamos acelerar as mudanças sistêmicas mais urgentes necessárias para enfrentá-los," comentou o presidente e CEO da PepsiCo, Ramon Laguarta. "A ação climática é fundamental para o nosso negócio como líder global em alimentos e bebidas e impulsiona a nossa jornada PepsiCo Positive a obter resultados positivos para o planeta e para as pessoas. Nosso ambicioso objetivo climático nos guiará no complexo mas importante caminho futuro - simplesmente não há outra opção a não ser uma ação imediata e agressiva." A estratégia de sustentabilidade da PepsiCo, fundamentada nas principais medidas baseadas em evidências científicas e na análise de custo-benefício, concentra-se nas áreas onde pode alcançar o maior impacto, ao mesmo tempo que cria modelos e parcerias escaláveis para um desenvolvimento acelerado em toda a cadeia de valor. A meta de emissões da empresa está alinhada com o compromisso Business Ambition for 1.5°C e foi aprovada pela iniciativa Science Based Targets como a designação mais ambiciosa disponível por meio do seu processo. "Parabenizamos a PepsiCo por estabelecer uma meta de redução de emissões consistente com a limitação do aquecimento em 1,5°C, o objetivo mais ambicioso do Acordo de Paris," disse Nate Aden, associado sênior do World Resources Institute, um dos parceiros da iniciativa Science Based Targets. "As empresas tem um papel fundamental na redução das emissões globais, e é encorajador ver os principais players, como a PepsiCo, tomando medidas ambiciosas." O plano de ação da PepsiCo está centrado tanto na mitigação, reduzindo as emissões de GEE para descarbonizar suas operações e sua cadeia de suprimentos, quanto na resiliência, reduzindo as vulnerabilidades aos impactos das mudanças climáticas ao continuar a incorporar o risco climático nos planos de continuidade do negócio. Com operações em mais de 200 países e territórios ao redor do mundo e aproximadamente 260 mil colaboradores, o plano de redução de emissões da empresa será abrangente em áreas prioritárias, tais como agricultura, embalagens, distribuição e operações. • Com a agricultura respondendo por aproximadamente um quarto das emissões de GEE em todo o mundo e um terço das emissões da PepsiCo, a companhia seguirá ampliando a escala da agricultura sustentável e das práticas regenerativas que ajudam a reduzir e apreender as emissões, bem como a melhorar a saúde do solo e da biodiversidade, diminuir o desmatamento e aumentar a produtividade dos agricultores. Isso inclui a expansão da rede global de Demo Farms da companhia, que fornece capacitação e ferramentas para implantar práticas sustentáveis e melhorar a qualidade de vida. • A PepsiCo reduzirá o impacto das emissões de GEE com um esforço contínuo para diminuir o uso de plástico virgem e aumentar o conteúdo reciclado de suas embalagens. • Por meio da implementação e da atualização de locais ambientalmente sustentáveis de fabricação, armazenagem, transporte e distribuição, semelhantes às instalações da Frito-Lay North America em Modesto, Califórnia, a empresa visa maximizar a eficiência na sua cadeia de suprimentos, ao mesmo tempo em que adota tecnologias de emissão zero e quase zero. • A PepsiCo está implementando processos de negócio inovadores que permitem a mitigação das emissões de GEE, como o seu programa "Sustainable from the Start" (Sustentável desde o Início), que coloca a tomada de decisões sobre o impacto ambiental no centro do desenho de produtos. Além disso, dois programas internos de preço de carbono, um destinado a eliminar o impacto de carbono das viagens aéreas de negócios dos funcionários e o outro destinado à incorporação do impacto de carbono na seleção de transportadoras para os serviços de logística de terceiros na América do Norte, ajudarão a reforçar ainda mais as considerações climáticas nas decisões de negócio da PepsiCo. • De LAY’S® a PEPSI® e de QUAKER® a TROPICANA®, cada vez mais marcas PepsiCo estão sendo produzidas usando eletricidade proveniente de um conjunto de fontes de energia renovável. • Em 2020, a PepsiCo alcançou sua meta de adquirir eletricidade 100% renovável nos Estados Unidos e estabeleceu uma nova meta de obter eletricidade 100% renovável em todas as suas operações próprias e controladas mundialmente até 2030, assim como em todas as suas operações de franquia e de terceiros até 2040. • Também se espera que a PepsiCo alcance 100% de eletricidade renovável no México e na Austrália em 2021, o que elevará para 15 o número de países que adquirem energia inteiramente de fontes renováveis nas operações diretas da PepsiCo e atenderá aproximadamente 60% das suas necessidades globais diretas de eletricidade por meio de fontes renováveis. Doze países do setor da PepsiCo Europa já utilizam 100% de eletricidade renovável. A PepsiCo continua a apoiar o crescimento de novas possibilidades de geração de energia renovável por meio de acordos de compra de energia. A empresa fechou acordos com a companhia de energia renovável Ørsted para dois novos projetos eólicos no Texas e em Nebraska, que atenderão quase um quarto das necessidades totais de eletricidade da PepsiCo nos Estados Unidos. "Nossa ambição climática está no centro da aceleração do nosso progresso de sustentabilidade global, e estamos usando nossa escala e alcance para construir um sistema alimentar global mais sustentável e regenerativo," comentou Jim Andrew, diretor de Sustentabilidade da PepsiCo. "Já passou da hora das empresas irem além da simples minimização do seu impacto ambiental. Elas devem trabalhar ativamente para melhorar e regenerar o planeta." "Na América Latina, estamos extremamente orgulhosos dos nossos avanços em sustentabilidade. A partir de hoje, mais de 80% da eletricidade que utilizamos nas nossas plantas é renovável e temos o objetivo de fornecer a todas elas 100% de eletricidade renovável até 2022. Especificamente no México, 75% das nossas operações nacionalmente são abastecidas com energia eólica desde 2016; e em 2019, a fábrica de Cerrillos, no Chile, tornou-se a primeira fábrica a ser abastecida com energia 100% renovável por meio de 500 painéis solares", disse Paula Santilli, CEO da PepsiCo América Latina Recentemente, a PepsiCo foi nomeada membro da CDP’s Climate A List e também está engajada em diversas parcerias e coalizões destinadas a impulsionar ações sobre as mudanças climáticas, incluindo a One Trillion Trees Initiative , o The Climate Group’s RE100 , a Renewable Energy Buyers Alliance , o We Are Still In e o U.S. Climate Leadership Council . Para saber mais sobre o nosso trabalho colaborativo para enfrentar as mudanças climáticas, visite a nossa página ESG Topics Climate .

assessoria de imprensa PepsiCo