HOME

NOTÍCIAS

Maple Bear expande presença em países da América Latina

Maple Bear expande presença em países da América Latina

Divulgação Maple Bear

A rede de ensino Maple Bear vem conquistando o mundo, e ganhou um novo impulso quando o Grupo SEB – um dos maiores grupos educacionais do Brasil – adquiriu em 2017 o controle da masterfranquia no Brasil e no México. Desde então, a Maple Bear passou de 78 para 148 escolas no Brasil e de três para nove escolas na América Latina. Apenas em 2020, a rede triplicou sua presença no México (passando de duas para seis escolas), fechou contratos para implantar escolas na Argentina, Peru e Paraguai e está em negociação avançada com investidores na Bolívia e Colômbia. Até o fim de 2025, a implantação de operações internacionais deve gerar investimentos de cerca de US$ 150 milhões e 3 mil empregos diretos. E não para por aí: a Maple Bear está em negociação para abrir escolas para além da América Latina, nos EUA, Portugal, Austrália e, as mais recentes, na Bulgária e Albânia. Essa movimentação rendeu a Maple Bear o Prêmio Destaque Internacionalização 2020, categoria Geral, concedido pela ABF/Apex-Brasil durante a ABF Franchising Week. O projeto de expansão internacional da rede é liderado a partir do Brasil e tem como base o modelo de negócio aprimorado no País, sendo que a parte pedagógica continua 100% canadense. A Maple Bear conta também com parceiros locais para busca de investidores e suporte e participa do Projeto Franchising Brasil, iniciativa de Associação Brasileira de Franchising – ABF e da Apex-Brasil para a promoção de marcas no exterior que realiza missões empresariais e participação em feiras, eventos e rodadas de negócios. A expansão no México, por exemplo, teve como incentivador a participação em uma feira de educação em 2019. O país já possui duas unidades em operação (Chihuahua e Lomas Verdes) e está em fase de implantação em mais quatro (Puebla, Hermosillo, Toluca, Queretaro). Mesmo durante a pandemia, a Maple Bear fechou contratos com franqueados locais para suas primeiras escolas em Buenos Aires, Arequipa e Assunção. As obras de implantação começam ainda em 2020 e as aulas estão programadas para iniciar em 2022. “Assim como no Brasil, identificamos na América Latina um grande mercado potencial na área de educação: o ensino bilíngue por imersão, de alta qualidade e com uma abordagem que prepare o aluno para a vida de forma efetiva. Quando olhamos a situação atual, o mais comum, fora o modelo tradicional, ainda são escolas internacionais, de difícil acesso e com baixa integração à cultura local. Nesse sentido, a abordagem canadense, reconhecida como uma das melhores e mais inclusivas do mundo, traz uma solução eficaz para a fluência na segunda língua e a assimilação profunda do currículo local e de habilidades cognitivas e socioemocionais fundamentais para a carreira”, afirma Arno Krug, COO da Maple Bear Global. O diretor que foi responsável pelo projeto de expansão da Maple Bear na América Latina, Vitor Schmid, explica que “buscamos investidores com grande identificação com o mercado de educação, que de fato tem suas especificidades, com capital e com experiência em gestão de negócios. Até o momento, tem predominado entre os investidores o perfil de empresários locais que já atuam na área, mas vemos potencial para pais ou grupos de pais que desejem trazer esta opção inovadora para sua cidade ou país. Notamos também que o ensino canadense tem um reconhecimento grande internacionalmente, o que acaba gerando interesse”. Ao chegar a estes países, a Maple Bear se adapta em termos culturais, de legislação e, principalmente de comunicação, sendo que na área pedagógica 50% do currículo atende aos parâmetros locais e os outros 50% a abordagem canadense, que conta, inclusive , com intensas agendas de treinamento, supervisão e acompanhamento in loco de profissionais do Canadá. “É interessante que o modelo de expansão via franquias tem se mostrado bem sucedido em toda a região e demandou pouquíssimas adaptações. Trata-se de um negócio de médio e longo prazos, receita recorrente e cujo cliente tende a ficar por um longo período. É também um item considerado essencial pelas famílias. De outro lado, a orientação da franqueadora, a troca de experiências e o compartilhamento de recursos como a Digital Learning Community, comunidade online de ensino, dão sustentação ao negócio e se mostraram ainda mais importantes durante a pandemia”, disse Vitor Schmid. Uma curiosidade da expansão internacional é que, fora da América Latina, o segundo idioma varia muito de acordo com a necessidade local. No caso dos EUA, de forma geral é espanhol, mas em uma determinada comunidade a demanda foi pelo árabe, por exemplo. No Marrocos, temos uma escola trilíngue: francês, árabe e inglês. Os passos sólidos na internacionalização já tinham rendido a Maple Bear o Certificado de Internacionalização 2020, categoria sênior, do Programa Franchising Brasil, inciativa da ABF e Apex-Brasil que reconhece as redes mais adiantadas no processo de internacionalização. Em outubro, durante o Congresso Internacional de Franchising, parte da ABF Franchising Week, a rede venceu o recém criado Prêmio Destaque de Internacionalização, cujo objetivo é consagrar redes que, por meio da participação em ações de promoção e capacitação do programa, iniciaram ou alcançaram um consistente processo de internacionalização de suas marcas. A escolha foi realizada a partir de um grupo estrito de 14 redes de franquia finalistas e o julgamento realizado pelo Comitê Gestor do Programa Franchising Brasil.

assessoria de imprensa Maple Bear