HOME

NOTÍCIAS

Faber-Castell cria área voltada a investir e apoiar startups brasileiras de educação

Faber-Castell cria área voltada a investir e apoiar startups brasileiras de educação

Reprodução internet

Dentro do propósito de transformar a vida das pessoas por meio da criatividade, a Faber-Castell anuncia o lançamento de uma área de Corporate Venture Capital no Brasil. O objetivo é investir e apoiar startups que desenvolvam soluções inovadoras no setor de educação e que ajudem a construir um ecossistema de empresas que suportem avanços em toda a cadeia, onde hoje a marca tem um relacionamento com mais de 10 mil instituições de ensino no país. A meta da área de Corporate Venture Capital da Faber-Castell no Brasil é identificarmos as melhores EdTechs e atuarmos em conjunto com esses empreendedores. "Buscamos startups que desenvolvam soluções educacionais que estejam alinhadas com o nosso propósito de mudar o mundo por meio da educação e criatividade. Além disso, outro importante critério de escolha vai ser o potencial para escalar os produtos e os serviços, e complementar nosso ecossistema", explica Bruna Tedesco, diretora de Inovação e Novos Negócios da Faber-Castell. Um dos caminhos para seleção das startups investidas pela Faber-Castell será por meio do Programa Scale-up Endeavor EdTech . A iniciativa está selecionando 12 scale-ups (empresas de alto crescimento que desenvolvem soluções baseadas em tendências tecnológicas) que atuem na cadeia de educação, para serem apoiadas durante quatro meses. Ao longo desse período, terão a chance de escalar seus negócios, graças à troca de informações e conhecimentos com uma rede de empreendedores e empreendedoras que mais crescem no mundo. Investimentos na Layers Education A iniciativa de criar a área de Corporate Venture Capital surgiu após os resultados bem-sucedidos de um primeiro investimento realizado pela Faber-Castell, em 2020, na startup brasileira Layers Education, que nasceu para ser um super app de educação, voltado a proporcionar uma experiência unificada no acesso a ferramentas educacionais para pais, professores e gestores de escolas. Graças ao aporte financeiro e de conhecimento da Faber-Castell, a Layers Education saltou de 90 mil para 350 mil alunos atendidos em 2020 e triplicou o faturamento anual, mesmo com as dificuldades enfrentadas pelo cenário de distanciamento social. A startup comercializa hoje, no período de volta às aulas, em média, R$ 800 mil por dia em soluções de parceiros integrados. Esse resultado só foi possível graças à ampliação no número de desenvolvedores e à aceleração no tempo de entrega de novas soluções ao mercado. O projeto tem servido também como modelo para outras instituições que buscam desenvolver soluções inovadoras para o setor de educação. "Vale lembrar que a escolha de um investidor não se resume apenas à parte financeira. No caso da Faber-Castell, valorizamos muito a consultoria que a marca nos oferece, trazendo sua própria expertise e até mesmo consultores de mercado toda vez que temos dúvidas, o que é de grande valia. Além disso, a companhia traz uma isenção dentro do mercado educacional que permite transacionar nossos produtos e serviços em diferentes segmentos, sem gerar conflito de interesse. Em apenas oito meses, conseguimos reforçar áreas que tinham oportunidades de melhoria e investir mais em tecnologia", destaca Danilo Yoneshige, fundador da Layers Education. "Com as melhorias, do dia 24 de dezembro de 2020 até o dia 01 de janeiro de 2021, comercializamos R$ 2,8 milhões, por exemplo, mesmo em uma época totalmente voltada para recesso e festas", complementa Danilo. "O segmento educacional representa um importante foco para a Faber-Castell, uma vez em que ele é essencial para apoiar na construção de cidadãos que desenvolvam um pensamento mais criativo e inovador para solucionar os problemas do dia a dia e para transformar o mundo no qual vivemos", afirma Bruna Tedesco. "Com a área de Corporate Venture Capital, damos um importante passo para apoiar o setor, ao oferecer conhecimento e recursos para que startups criem produtos e serviços educacionais inovadores e que beneficiem toda a cadeia", conclui a executiva, lembrando que a empresa já mantém um Programa de Aprendizagem Criativa para escolas no país. As startups interessadas em participar do programa de Corporate Venture Capital da Faber-Castell podem acessar mais informações em https://inovacao.faber-castell.com.br/

assessoria de imprensa Faber-Castell