HOME

NOTÍCIAS

Americanas e UNICEF lançam campanha para ajudar a combater a evasão escolar

Americanas e UNICEF lançam campanha para ajudar a combater a evasão escolar

Divulgação

Americanas e UNICEF se unem em uma campanha contra a evasão escolar de adolescentes e jovens, problema social potencializado durante a pandemia da Covid-19. Neste período de retorno às aulas no Brasil, a Americanas lança a campanha "Juntos podemos incentivar a educação", encorajando os clientes a fazerem doações e dobrando o valor doado para a instituição. O montante arrecadado será usado na compra de kits de educação à distância, distribuídos para alunos da rede pública de todo o Brasil. Os kits contarão com um smartphone, um chip de celular com acesso à internet, um livro de literatura, um pote de álcool em gel de 420g, três máscaras reutilizáveis - de pano - e um folheto com dicas de saúde e de prevenção à Covid-19. Durante a ação, os clientes são impactados, no momento de finalização da compra no site e app da marca, com a opção de doar R﹩2,00 para a campanha . Quando o cliente doar, a Americanas automaticamente faz uma doação no mesmo valor, totalizando R﹩4,00, que faz referência ao ODS 4 (Educação de Qualidade), da Agenda 2030 da ONU. Os valores serão revertidos para a compra dos kits que serão distribuídos nacionalmente pelo UNICEF para os estudantes. O cliente pode doar também pelo super app Ame Digital. Na aba "Doações", basta escolher a causa "Crianças e adolescentes", clicar no ícone do UNICEF e selecionar o valor de R﹩ 2,00, referente ao kit de educação à distância. "Com essa campanha reforçamos nosso compromisso com a educação e o desenvolvimento sustentável do país. Nesse momento difícil da pandemia, precisamos dar todo o suporte à educação e aprendizagem à distância, garantindo que os estudantes da rede pública de ensino tenham as condições necessárias para retornarem às aulas. Esse é um objetivo comum que temos com UNICEF", afirma Anna Saicali, presidente do comitê de crise e CEO da IF - Inovação e Futuro, motor de inovação do Universo Americanas. "As meninas e os meninos sem acesso à internet são aqueles que mais sofrem os impactos sociais da pandemia incluindo o aumento da desigualdade no acesso a direitos fundamentais, como educação, saúde, proteção e participação. Essa parceria com a Americanas traz uma contribuição importante para reverter esse cenário", afirma Florence Bauer, representante do UNICEF no Brasil. A iniciativa integra a estratégia de responsabilidade social da Americanas, que tem como objetivo gerar impacto positivo por meio de parcerias colaborativas, em especial na capacitação, redução das desigualdades e necessidades das pessoas em situação de vulnerabilidade. Outras doações A Americanas é parceira estratégica do UNICEF. A instituição e a empresa trabalham juntas para minimizar os impactos da pandemia na vida da população em situação de vulnerabilidade social no país. Durante a pandemia, a Americanas doou para o UNICEF mais de 175 mil kits de higiene para idosos, fraldas geriátricas, garrafas de água, máscaras, álcool em gel, entre outros. As doações beneficiaram mais de 419 mil pessoas nas cidades de Belém (PA), Manaus (AM), São Luís (MA), Recife (PE), Fortaleza (CE), Salvador (BA), Rio de Janeiro e São Paulo.

assessoria de imprensa Americanas