HOME

NOTÍCIAS

C6 Bank ensina jovens a criar aplicativos

C6 Bank ensina jovens a criar aplicativos

Raissa Silva, do Ser Mulher em Tech, participa do C6 App Inventor

O C6 Bank, banco que tem a educação tecnológica como uma de suas causas, iniciou uma nova edição do Programa C6 App Inventor, que pretende disseminar o conhecimento da programação entre jovens em situação de vulnerabilidade social no país. Por meio de seu braço de impacto social, o C6 Institute, o banco elaborou aulas voltadas especialmente a estudantes de 14 a 21 anos de idade que integram ONGs e projetos como Recode, Afesu e Ser Mulher em Tech. O programa usa como principal ferramenta o MIT App Inventor, aplicação de código aberto criada pelo Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT). Trata-se de um ambiente de programação baseado em blocos de ferramentas, como uma espécie de lego virtual, que não exige conhecimento prévio em desenvolvimento de software. Em 2020, o C6 Bank, em parceria com o MIT, treinou 60 pessoas (em sua maioria, professores de escolas públicas ou ONGs) no uso da ferramenta App Inventor no Brasil. O objetivo foi formar indivíduos que pudessem atuar como multiplicadores do conhecimento da programação em suas comunidades. Nesta edição, o banco direciona o ensino diretamente aos jovens, usuários finais do software. O conteúdo do programa inclui nove aulas ao vivo (online, em razão da pandemia) e pílulas diárias de conhecimento. Além de aprender a usar o MIT App Inventor, os jovens vão adquirir conhecimento em design thinking, técnica que ajuda no desenvolvimento da ideia por trás do aplicativo e na resolução de problemas. A turma, que tem 33 estudantes, apresentará no fim de abril os apps desenvolvidos ao longo da jornada. O desafio é criar algo que resolva problemas reais. “O objetivo do C6 Bank é dar aos jovens a chance de sair da condição exclusiva de consumidores de tecnologia para assumir o papel de criadores de tecnologia”, afirma Alexandra Pain, head de marketing e impacto social do banco. O MIT App Inventor tem mais de 400 mil usuários ativos e já deu origem a milhões de aplicativos no mundo. Entre eles, há várias iniciativas com importância social, como um app que ajuda deficientes visuais a conhecer o ambiente da escola (o Hello Navi) e um aplicativo que indica como acessar água potável em Moldova, país do leste europeu com alta taxa de transmissão de Hepatite A por água contaminada (o Apa Pura).

assessoria de imprensa Banco C6