Credítos: Imagem divulgação
De vendedor de porta em porta a fundador da Biscoitê, primeira boutique de biscoitos do Brasil, empresário quer faturar R$ 40 mi em 2021
Nascido na periferia de São Bernardo do Campo, região do Grande ABC Paulista, Raul Matos (39) desde pequeno já mostrava a sua inquietude e responsabilidade, características que o transformaram em um empresário bem sucedido. Estudante de escola pública, aos nove anos de idade auxiliava o pai vendendo diversos produtos de porta em porta, desde sacos de lixo a pãezinhos e marmitex. Aos 13 anos conseguiu seu primeiro emprego de carteira assinada, na linha de produção de uma empresa de buchas vegetais. Com 17 anos, teve a primeira experiência na área de alimentação, trabalhando como promotor de vendas de uma fábrica de barras de cereais. Tempos depois, a empresa começou a atrasar seu salário e ofereceu uma sociedade em troca dos pagamentos devidos. Foi então que Matos deu seu primeiro passo rumo ao empreendedorismo, mesmo que na raça, como ele mesmo gosta de frisar, já que foi a base de muita coragem. “Troquei meus salários atrasados para entrar como sócio, ainda sem saber muito bem como era isso. Nessa época, já cursava a faculdade de Administração e Comércio Exterior e consegui um empréstimo para fazer uma linha de produção de barras de cereais para várias marcas do Brasil e também do exterior”, explica. A primeira iniciativa empreendedora rendeu bons frutos e a empresa cresceu bastante entre os anos de 2000 e 2006. Mas a inquietude de Matos e a experiência que adquiriu nesses anos não o pararam ali e o levaram a investir em outros negócios. Em 2008, já formado e pós-graduado em Empreendedorismo e Inovação não só aqui no Brasil, mas também na China e Estados Unidos, tornou-se sócio da Dauper, produtora de marcas próprias e fornecedora de biscoitos e mix de cereais para algumas das maiores indústrias de alimentos do mundo, onde participou do lançamento de mais de 600 produtos. O mindset progressivo possibilitou que ele enxergasse novas oportunidades e foi lá que conseguiu conquistar inteligência de mercado para explorar o segmento de biscoitos, tanto nacionalmente como internacionalmente. Em 2012, mais uma vez, a inquietação e a veia empreendedora colocou Raul Matos a disputar espaço em um mercado que movimenta cerca de R$20 bilhões por ano. O insight de resgatar a origem do mercado de biscoito, que no Antigo Egito era utilizado como forma de presentear os Faraós, motivou o empresário a abrir a primeira boutique de biscoitos brasileira, no Shopping Villa Lobos, na capital paulista, ainda com o nome de Dauper Biscoiteria, trazendo além de toda sua expertise, receitas dos 32 países que já havia visitado, como o delicioso Stroopwafel, uma receita trazida da Holanda. A arte de presentear e encantar os clientes “Deixei a minha empresa para voltar às trincheiras do varejo: tirar café, atender o cliente, criar novos produtos e embalagens — fazer tudo para aprender como transformar esse segmento e encantar as pessoas.” (Raul Matos) Em 2016, abriu a primeira loja Biscoitê, também no Shopping Villa Lobos. Um negócio que já nasceu com o intuito de transformar a vida das pessoas, tratando seus colaboradores com amor, porque assim estes poderiam encantar os clientes através da linha de produtos feitos artesanalmente. Aliás, amor e dedicação são os ingredientes principais das receitas trazidas de diversos países do mundo para compor o portfólio da marca. Na Biscoitê não existem vendedores e sim encantadores. A marca traz a arte de criar biscoitos finos para presentear. Os ‘encantadores’ têm papel fundamental dentro da rede, oferecendo a possibilidade do cliente conhecer as histórias, experimentar sabores inexplorados e conhecer diferentes formas de degustá-los. Biscoitê: números que encantam o mercado Em 2019, ano em que faturou R$10 milhões, a Biscoitê foi eleita pela Endeavor como uma das 15 marcas do Brasil com maior potencial de crescimento no varejo brasileiro. Atualmente, a rede de franquias conta com 27 lojas abertas no eixo Rio-São Paulo e prevê encerrar o ano de 2021 com 35 unidades e um faturamento na casa dos R$40 mi, um crescimento de 300% em comparação ao ano anterior. A projeção de crescimento está diretamente ligada à eficácia e dinâmica no lançamento de novos produtos, já que são cerca de 60 novos itens que chegam às lojas todos os anos e também à parcerias estratégicas, como a realizada com a Sony Pictures para os filmes "Pedro Coelho" e "Hotel Transilvânia: Transformonstrão". E para quem deseja ser um empreendedor que atenda o terceiro maior mercado consumidor de biscoitos do mundo, a Biscoitê disponibiliza dois modelos de franquias: carrinho e experiência completa. Com investimentos iniciais entre R$150 mil e R$250 a R$390 mil, respectivamente, os valores incluem a taxa de franquia, estoque inicial, marketing e o carrinho, para o primeiro; e equipamentos, instalação, taxa de franquia, projeto arquitetônico, operação, marketing e estoque inicial para o segundo, que pode ser em formato de quiosque com café ou loja.
Fonte: Por Assessoria de Imprensa