Credítos: Imagem: Cansei Vendi empresária Leilane Sabatini
Bolsa Chanel: ícone da moda é o investimento do momento.
E se eu te dissesse que seu armário guarda itens comprados há anos e que hoje valem mais do que o preço pago por eles? Parece utopia, mas é realidade: artigos de grife são o investimento da atualidade, como as bolsas Chanel, que valorizaram 30% na Europa e 50% no Brasil nos últimos cinco anos e têm retorno atrativo e liquidez no mercado de segunda mão, segundo o brechó de luxo Cansei Vendi (https://canseivendi.com.br). "Uma Double Flap que custava R$ 30 mil em 2018 hoje é facilmente vendida por R$ 40 mil, mesmo sendo usada - ou até mais, dependendo do seu modelo e estado físico. Em vez de depreciar com o tempo, ela se tornou ainda mais nobre", aponta Leilane Sabatini, CEO da fashiontech. E essa crescente tem se repetido ano após ano, tanto pelo reajuste de preços anual da Chanel quanto por outros estratégicos - como o aumento em dose dupla em 2020, que passou de 25%, justificado pela maison como proteção das margens por conta da pandemia do coronavírus. A label de Coco Chanel passou ilesa à crise e teve um crescimento de 2% no valor de marca - US$ 43.9 bilhões - garantindo, ainda, o segundo lugar na lista das Top 50 Mais Valiosas Marcas Francesas 2021, da Kantar - em primeiro está a Louis Vuitton, com US$ 59.38 bilhões. Essa valorização reflete positivamente no mercado de segunda mão, uma vez que movimenta as transações. "O fator preço é decisivo no momento da compra, então a demanda aumenta. E a oferta também, já que o vendedor vê a possibilidade de ganhar dinheiro com uma peça que ele já usou" observa Leilane. O melhor de investir nesse ativo fashion é que ele não fica parado em um banco, então continua compondo looks e sendo usufruído enquanto rentabiliza. É preciso ficar atento a alguns pontos, porém, para fazer bons investimentos, desde a escolha dos melhores modelos até o cuidado com o armazenamento da peça. "Ícones do alto padrão e de reputação inabalável, as bolsas de grife são feitas para terem vida longa. Se bem cuidadas, podem durar mais de 50 anos e render muito", diz Leilane. Com um dos melhores acervos de Chanel do Brasil, a Cansei Vendi dá dicas para escolher a melhor carteira de ativos - bolsa, no caso: 1 Invista no certeiro - os modelos mais clássicos das bolsas Chanel tendem a valorizar sempre, como a Double Flap e a Classic Flap ou a Boy, que não são modelos sazonais. Pode apostar nelas, que são atrativas para investidores, colecionadores e aficionados por moda. 2 Perfil de risco - É difícil prever futuros hypes, peças mais diferentes podem sofrer deságio de acordo com a demanda do momento. Edições especiais, porém, tendem a ser mais visadas, afinal, quanto mais exclusiva, maior a procura e a valorização. Vale ficar atento a peças icônicas, como a Chanel19, última criação de Karl Lagerfeld antes da morte dele, em 2019. Ou até mesmo o modelo Baguette da Fendi que há 4 anos era vendido por R$ 700 e hoje em dia por R$ 4 mil. 3 Comprovação de autenticidade - é fundamental se certificar de que o artigo que se tem em mãos é original, com etiqueta e número de série. "É um processo que exige bastante experiência técnica e cuidado, por isso temos na Cansei Vendi uma minuciosa curadoria e criterioso controle de qualidade, tanto pela equipe interna quanto pela empresa americana Real Authentication, que é especializada em luxo", conta Leilane. 4 Manutenção dos ativos - a conservação do acessório e condições de uso afetam diretamente no valor da revenda. Para conservá-lo, é importante que seja guardado em local arejado, que hidrate o couro por volta de uma vez ao mês e que mantenha alguma estrutura dentro - como almofadas de bolsas - para que não desgastem/amassem. 5 Garimpe a peça-desejo - a rotatividade no brechó de luxo é quase tão grande quanto os altos e baixos de ações, então vale ficar de olho nas novidades para garantir bons negócios. A Cansei Vendi recebe diariamente peças exclusivas e de edições limitadas e disponibiliza o valor estimado na loja, para o cliente ter uma base de preços. "Chanel vende muito rápido, sendo bom para quem vende e para quem compra. É, definitivamente, um investimento na indústria da moda, com liquidez e retorno positivo", compara Leilane. Cansei Vendi faz ação com Laces & Hair para promover consumo consciente Para incentivar o consumo consciente, a Cansei Vendi distribui bags ecológicas em todas as unidades da Laces & Hair em São Paulo, e oferece um cupom de desconto de 5% OFF até o dia 19. Os clientes que fizerem compras nesse período recebem amostras de produtos orgânicos da Laces & Hair, em uma parceria que une a sustentabilidade na moda e na beleza. Sobre o @cansei_vendi Brechó on-line de artigos de luxo de segunda mão e de produtos sustentáveis. Com mais de 120 marcas de alta-costura, o acervo passa por curadoria interna e controle de autenticidade da empresa americana Real Authentication. Criado pela empreendedora Leilane Sabatini em 2013, o @cansei_vendi conta com a atuação das sócias Luana Piovani, Carol Leonhardt e Ana Carolina Darde. www.canseivendi.com.br.
Fonte: Por Assessoria de Imprensa