HOME

NOTÍCIAS

Google testa recurso de pesquisa que agrega vídeos curtos do TikTok e Instagram

Google testa recurso de pesquisa que agrega vídeos curtos do TikTok e Instagram

Google

O Google está testando um novo recurso que irá trazer à tona os vídeos do Instagram e TikTok em seu próprio carrossel dedicado no Google app para dispositivos móveis - um movimento que pode ajudar a empresa a reter usuários em busca de entretenimento de vídeo social, evitando que deixem totalmente a plataforma do Google. O próprio recurso se expande em um teste lançado no início deste ano, onde o Google introduziu pela primeira vez um carrossel de “Vídeos Curtos” no Google Discover - o feed personalizado encontrado no aplicativo móvel do Google e à esquerda da tela inicial em alguns dispositivos Android. De acordo com o site TechCrunch, este carrossel de “Vídeos curtos” é diferente das Histórias do Google , que foi lançado em outubro de 2020 para o aplicativo de pesquisa do Google para iOS e Android. Essas "histórias" - anteriormente conhecidas como "histórias AMP" - consistem em conteúdo de vídeo de formato curto criado por parceiros de publicação on-line do Google como Forbes, USA Today, Vice, Now This, Bustle, Thrillist e outros. Enquanto isso, o carrossel de "Vídeos Curtos" estava focado em agregar vídeo social de outras plataformas, incluindo o próprio projeto de vídeo curto do Google Tangi, o concorrente indiano TikTok Trell, bem como a própria plataforma de vídeo do Google, YouTube - que também tem experimentado conteúdo de formato curto nos últimos tempos. A expansão para incluir conteúdo do Instagram e TikTok neste carrossel foi relatada pela primeira vez pela Search Engine Roundtable (via tweet de Brian Freiesleben ). Eles conseguiram acessar o recurso pesquisando “packers” no Google app e, em seguida, rolando a página para baixo. Ao ser contatado pelo TechCrunch, o Google se recusou a comentar formalmente ou a detalhar mais seus planos, mas um porta-voz da empresa confirmou ao site que o recurso estava atualmente sendo testado em dispositivos móveis. Eles esclareceram que isso significa que é um recurso limitado em estágio inicial. Em outras palavras, você ainda não encontrará o carrossel de vídeos em todas as consultas de pesquisa. Mas, com o tempo, à medida que o Google dimensiona o produto, ele pode se tornar uma ferramenta interessante para indexar e revelar o melhor conteúdo de vídeo da mídia social - a menos, é claro, que as plataformas optem por impedir o Google de fazer isso. O recurso está atualmente disponível de forma limitada no Google app para dispositivos móveis e na web móvel, disse a empresa. Notícia publicada pelo site TechCrunch

Redação