HOME

NOTÍCIAS

RaiaDrogasil investe em plataforma e marketplace de produtos e serviços de saúde

RaiaDrogasil investe em plataforma e marketplace de produtos e serviços de saúde

Raia Drogasil/newtrade

A Raia Drogasil S.A. apresentou seu plano estratégico para os próximos cinco anos. O primeiro pilar dessa nova estratégia de negócios é consolidar o conceito de “nova farmácia” e posicionar as lojas e canais digitais da rede como um hub de saúde integral para a população, tornando a empresa cada vez mais omnichanel. O segundo pilar está focado na criação de um marketplace de produtos de saúde e bem-estar, que entra no ar em outubro, inicialmente com dois sellers, o que deve contribuir para ampliar de forma exponencial a oferta de produtos da empresa com itens de diferentes categorias, como óculos de grau, lentes de contato e medicamentos manipulados, por exemplo. Ainda como parte desse movimento, a RD adquiriu a startup Manipulaê, uma plataforma digital pela qual os usuários podem acionar uma ampla rede de farmácias de manipulação de medicamentos. Para completar a estratégia, a empresa tem um terceiro pilar, uma plataforma de serviços de saúde e bem-estar que também fará parte de um ecossistema focado na saúde integral do consumidor e entrará em pleno funcionamento no primeiro trimestre de 2021. Dentro do varejo farmacêutico brasileiro, a RD conta com mais de 2,2 mil lojas espalhadas por todo o Brasil e uma base de mais de 40 milhões de clientes ativos, dos quais 4 milhões já são clientes dos canais digitais da empresa. “A farmácia é o elo da cadeia da saúde com a maior capilaridade e frequência de compra. Por isso, estamos ressignificando o seu papel, fortalecendo-a como uma base para o cuidado da saúde integral dos consumidores”, explica Marcilio Pousada, CEO da RaiaDrogasil, ao acrescentar que a empresa mantém o guidance de abertura de 240 novas lojas por ano pelos próximos dois anos. Atualmente, os canais digitais representam 7% das vendas da RD, com mais de 25 mil pedidos diários e 25 milhões de acessos mensais, um crescimento de sete vezes, se comparado ao período pré-pandemia. Com a criação do marketplace, o objetivo da empresa é ampliar essa participação, por meio de uma oferta maior de produtos e serviços, e aumentar a fidelização de clientes, fazendo com que concentrem suas compras na rede e, acima de tudo, tenham acesso a uma vida com hábitos mais saudáveis. Com relação à plataforma de saúde, a ideia é encurtar a distância que existe hoje entre a consulta presencial e a telemedicina. “Temos uma proposta de valor diferenciada, que vai além da oferta dos serviços de telemedicina em si, mas que também engloba exames físicos, testes e dispensação de medicamentos. Tudo isso com o apoio dos nossos farmacêuticos, o que torna a experiência mais humana e focada na jornada do cliente, seja um paciente pontual ou um doente crônico que precisa fazer um acompanhamento constante”, acrescenta Pousada. O fortalecimento da oferta de serviços da RD se reflete nos números: mais de 500 mil injeções aplicadas no acumulado do ano, mais de 12 mil vacinações, mais de 400 mil testes de detecção de covid-19 e outros tipos de procedimentos de saúde. Transformação digital A RD também acaba de criar um braço chamado RD Ventures, pelo qual fará investimentos em startups voltadas ao desenvolvimento de soluções de saúde e bem-estar. O objetivo é, por meio desses investimentos, criar um ecossistema que acelere a plataforma de saúde e melhore os processos internos da empresa. Nesse sentido, a RD adquiriu uma participação na Manipulaê, startup que criou uma solução digital pioneira pela qual os usuários conseguem cotar e comprar medicamentos manipulados em mais de 200 farmácias especializadas do País. “Com uma organização baseada na metodologia ágil, temos ampliado nosso time de especialistas em tecnologia por meio da busca por profissionais no mercado e também da formação desses profissionais dentro de casa. Um exemplo é o curso que promovemos para a formação de DEVs, no qual a última turma é composta 100% por mulheres. Além disso, teremos 22 squads ágeis até o final do ano, o que é fundamental para executarmos a nossa nova estratégia”, comenta o CEO da RD.

assessoria de imprensa RD