HOME

NOTÍCIAS

Alibaba e Dufry da Suíça unem forças dentro das lojas em aeroportos da China

Alibaba e Dufry da Suíça unem forças dentro das lojas em aeroportos da China

iStock

Uma nova parceria entre o gigante do comércio eletrônico chinês Alibaba Group e a Dufry, a maior operadora mundial de lojas duty-free em aeroportos, aponta para um mercado enorme e de rápido crescimento na China, acelerado pela Pandemia do covid-19, dizem os analistas. As duas empresas entraram em um acorda para formar uma joint venture na China, enquanto o Alibaba comprará uma participação de até 10% na Dufry cotada na Suíça por 250 milhões de francos suíços (US$ 273 milhões), de acordo com um comunicado pela Dufry. O Alibaba é dono do South China Morning Post . A mudança ressalta as oportunidades crescentes de compras duty-free na China, conforme os consumidores voltam a viajar. Também poderia introduzir um forte concorrente em um mercado que tem sido dominado por uma única empresa - a estatal China Duty Free Group. A colaboração “terá um grande impacto no mercado duty-free na China, devido aos fortes recursos digitais do Alibaba e a experiência da Dufry em administrar negócios duty-free”, disse Veronica Wang, sócia da consultoria de varejo OC&C Strategy Consultants. O mercado de varejo duty-free da China - que abrange lojas localizadas em centros de cidades e aeroportos, bem como ilhas offshore, como a Província de Hainan - expandiu 31% para 51,6 bilhões de yuans (US $ 7,6 bilhões) no ano passado a partir de 2018, de acordo com estimativas de Li Dan, analista da Zheshang Securities. A Dufry até agora teve sucesso limitado em entrar no mercado chinês.

Redação/scmp