Credítos: andreas160578 por Pixabay
PicPay começa a produzir energia solar na sede em Vitória
O PicPay vai começar a produzir energia solar na sua sede em Vitória, no Espírito Santo, a partir de julho. O projeto, que terá duração de dez anos, prevê a geração de 1.500 MWh (megawatt-hora), equivalente ao plantio de 800 árvores e economia de 200 toneladas de CO2 no período. A produção de energia solar fotovoltaica prevista equivale a 35% do consumo atual do prédio e permite uma economia entre 5% a 10% da tarifa de energia fora ponta, ou seja, no período do dia onde o consumo de energia elétrica é mais baixo. Para isso, foram colocados 256 módulos fotovoltaicos de 440 Wp no telhado do escritório, que resultam em uma potência instalada de 112,64 kWp (quilowatt pico, que significa o máximo em potência instalada em condições ideais). O projeto foi desenvolvido pela Âmbar Energia, também do grupo J&F, que tem um contrato de locação do gerador fotovoltaico para o PicPay. Conjunto de ações A instalação dos módulos fotovoltaicos em Vitória é parte das iniciativas da companhia para reduzir seu impacto ambiental. Em 2020, o PicPay compensou as emissões de gases causadores do efeito estufa (GEE) provenientes da operação da companhia por meio do investimento em projetos sustentáveis. A empresa de tecnologia realizou a compra de créditos de carbono para compensar as 388 toneladas de dióxido de carbono equivalente ou tCO2e. Somadas aos investimentos em projetos sustentáveis, o PicPay também faz coleta seletiva de resíduos, reaproveitamento de água das chuvas, descarte de eletrônicos, substituição de utensílios plásticos por opções ecológicas, entre outros.
Fonte: assessoria de imprensa PicPay