Credítos: Divulgação/ Reprodução
Heineken dobra lucro, mas alerta para aumento de custos
A Heineken , a segunda maior cervejaria do mundo, divulgou ganhos no primeiro semestre acima das expectativas na segunda-feira, mas alertou sobre a fraqueza no resto do ano, já que os custos afetam as margens e a pandemia COVID-19 continua atingindo os principais mercados. A fabricante da cerveja mais vendida da Europa, a Heineken, Tiger and Sol, disse que o lucro operacional antes de eventos únicos dobrou para 1,63 bilhão de euros (US $ 1,93 bilhão), em comparação com a previsão média em uma pesquisa compilada pela empresa de 1,22 bilhão de euros. Dolf van den Brink, que foi presidente-executivo por um ano, disse que a empresa estava satisfeita com um forte conjunto de resultados no primeiro semestre, mas disse que havia motivos para cautela, com os resultados esperados permanecerem abaixo dos níveis pré-pandemia em 2021, como um todo. COVID-19 continuaria a ser um fator, com o maior impacto nos principais mercados da África e da Ásia. O aumento dos custos das commodities também começaria a afetar a Heineken no segundo semestre de 2021 e teria um “efeito material” em 2022. A Heineken previa anteriormente que as condições do mercado deveriam melhorar no segundo semestre de 2021, dependendo dos lançamentos de vacinas.
Fonte: Redação