Credítos: Reprodução
Alelo realiza programa de formação na área de tecnologia para pessoas com deficiência
Visando um ambiente cada vez mais inclusivo e diverso, a Alelo, bandeira especializada em benefícios, incentivos e gestão de despesas corporativas, em parceria com a Share RH, realiza o Programa Código Sem Barreiras. A iniciativa, que ocorrerá de forma totalmente on-line, busca formar e capacitar pessoas com deficiência e neurodiversas na linguagem Java, para atuar na área de tecnologia da empresa. Para os interessados, as inscrições do Código Sem Barreiras estão abertas até o dia 13 de agosto. Não é necessária experiência prévia em tecnologia, mas a vontade de aprender e o interesse em iniciar carreira na área serão diferenciais dos candidatos. O processo seletivo reúne testes de lógica, Java e entrevistas individuais. O programa tem duração de quatro semanas e reúne trilhas de TI e negócios. "Acreditamos que a diversidade no ambiente de trabalho contribui para o desenvolvimento de uma postura madura diante da pluralidade da nossa sociedade e incentiva as pessoas a respeitarem e valorizarem as diferenças", destaca Soraya Bahde, diretora de Gente e Transformação na Alelo. "Um ambiente diverso é mais criativo, inovador e empático. Tudo isso impacta positivamente nos resultados dos negócios e na construção de uma cultura ainda mais humana e inclusiva, que tem como objetivo final entender e encontrar as melhores soluções para os nossos clientes". Ao fim do programa, nove candidatos serão selecionados para fazer parte do time da Alelo. Os times ágeis e líderes da empresa acompanharão de perto os novos colaboradores na jornada de desenvolvimento e integração, dando todo o apoio necessário. "O Programa é vantajoso para ambas as partes. Os participantes terão a oportunidade de ingressar em um ambiente colaborativo e em constante evolução, o time de tecnologia da Alelo irá se fortalecer com a contratação desses profissionais e a empresa como um todo se beneficiará de um ambiente ainda mais diverso", reforça Soraya.
Fonte: assessoria de imprensa Alelo