HOME

NOTÍCIAS

China e Cingapura concordam em fortalecer os laços bilaterais após COVID-19

China e Cingapura concordam em fortalecer os laços bilaterais após COVID-19

O Conselheiro de Estado e Ministro das Relações Exteriores da China, Wang Yi, cumprimenta a Ministra das Relações Exteriores de Cingapura, Vivian Balakrishnan, no Aeroporto de Changi, durante a visita de trânsito de Wang, 13 de outubro de 2020. / Ministério das Relações Exteriores da China

O Conselheiro de Estado e Ministro das Relações Exteriores da China, Wang Yi, e a Ministra de Relações Exteriores de Singapura, Vivian Balakrishnan, concordaram em fortalecer ainda mais a cooperação pós-pandemia, de acordo com o CGTN. Os dois diplomatas se encontraram brevemente no Aeroporto Changi de Cingapura, após a visita oficial de Wang ao Camboja e à Malásia. O chanceler chinês visitará posteriormente o Laos e a Tailândia. Balakrishnan disse que este ano marca o 30º aniversário do estabelecimento de laços diplomáticos entre os dois países e que ambos os lados se ajudaram mutuamente no combate à pandemia COVID-19, o que demonstrou a resiliência das relações bilaterais. Ele disse que espera que ambos os lados mantenham a cooperação e as trocas de alto nível e retomem as trocas normais de pessoal o mais rápido possível para levar suas relações a um novo patamar. Wang, por sua vez, disse que Cingapura é um bom amigo e parceiro da China e que o relacionamento bilateral resistiu ao teste do COVID-19 e se fortaleceu ainda mais na luta contra a pandemia. A China está disposta a trabalhar com Cingapura para melhorar a cooperação bilateral e trilateral no desenvolvimento de vacinas COVID-19 e promover a construção de uma via rápida para trocas pessoais e uma via verde para logística, disse Wang. Os dois lados também concordaram em fazer um esforço conjunto para resguardar o multilateralismo, pressionar pela solidariedade da comunidade internacional no combate ao novo coronavírus e fortalecer o relacionamento entre a China e a Associação das Nações do Sudeste Asiático.

Redação