Credítos: Divulgação - Leandro Bassoi, VP de logística do Mercado Livre para a América Latina.
Mercado Livre fomenta geração de empregos em todo o Brasil para levar as suas entregas a todos os brasileiros
O Mercado Livre anuncia hoje mais uma etapa da expansão de sua malha logística e, junto com esse avanço, a ampliação do quadro de colaboradores diretos e indiretos da equipe de logística da companhia. Do total de 16 mil profissionais diretos que a empresa estima que terá até ao final de 2021, 9 mil serão alocados em postos de trabalho de logística em 118 localidades do Brasil. Para chegar a essa marca, o Mercado Livre deverá contratar ao todo 6 mil pessoas, 3,2 mil das quais para as posições de Envios. Quanto aos empregos indiretos, a companhia comunica que irá abrir 2,5 mil vagas até dezembro para se somarem aos 14,5 mil colaboradores indiretos já em atividade nas unidades de logística. Com isso, a empresa deve totalizar 17 mil profissionais indiretos em sua operação até o final do ano. Essa expansão acompanha o crescimento exponencial dos negócios de e-commerce nos últimos anos. Só em julho deste ano, o Mercado Livre inaugurou no Brasil dois centros de distribuição (CD) de Fulfillment - modelo em que a empresa é responsável por todo o processo logístico dos seus vendedores, desde o estoque até a entrega ao consumidor final - em Cajamar (SP) e Extrema (MG). Na unidade de Minas Gerais, a companhia já conta com cerca de 1 mil colaboradores, com expectativa de chegar a mais de 2,2 mil funcionários. Já para a nova operação em Cajamar (SP), a empresa prevê chegar a 4,5 mil colaboradores dedicados. Em paralelo, o Mercado Livre internalizou a operação de dois centros de distribuição em Louveira e Cajamar, ambos em São Paulo, que passaram a ser operados 100% pela companhia. "Nossa expertise no setor e o amadurecimento adquirido ao longo dos últimos cinco anos na área logística são algumas das alavancas propulsoras dessas internalizações", explica Leandro Bassoi, VP de logística do Mercado Livre para a América Latina. "Com a ampliação da capacidade logística e a internalização de parte de nossa mão de obra, fomentamos grandemente a geração de empregos nas regiões impactadas. Contratamos em todo o Brasil para entregar a todos os brasileiros", reforça o executivo. Ainda neste ano, o Mercado Livre implantará um centro de distribuição em Franco da Rocha (SP). Em 2022, a operação da companhia chegará à região metropolitana de Belo Horizonte (MG). "Apesar do momento desafiador, estamos crescendo e apoiando a reconstrução econômica dos brasileiros, gerando renda para muitos empreendedores e oportunidade de emprego para profissionais de diversas áreas, incluindo a logística", destaca Patrícia Monteiro, diretora de People do Mercado Livre no Brasil. Informações sobre vagas no Mercado Livre podem ser encontradas no site da companhia.
Fonte: assessoria de imprensa Mercado Livre