Credítos: por DC Studio
Empreendedoras destacam a importância do marketing no setor de franquias
A propaganda é a alma do negócio. Este é um dito popular que norteia decisões e posturas de empreendedores que buscam vender os seus produtos e serviços ao maior número de pessoas possível. E quando se trata de uma franquia, a estratégia de divulgação deve ser muito bem elaborada para que seja mantida a unidade da marca franqueadora. Com isso, percebe-se a importância do setor de marketing, que coordena as várias ferramentas disponíveis, como a propaganda. E quem vê essa necessidade diariamente é Glauce Santos, diretora da RE/MAX Rio de Janeiro - Zona Norte, regional da maior franquia imobiliária do mundo, que conta com os serviços da agência Ideação, dirigida pela profissional de marketing Daiana Sampaio. Quando se fala de estratégias de marketing para o setor de franquias, Daiana Sampaio é uma autoridade no assunto. Com grande experiência na área, atua desde 2007, com passagens pelos segmentos de moda e serviços. Já foi funcionária da regional RE/MAX Minas Gerais e atualmente, à frente do próprio negócio, tem como cliente a regional RE/MAX Rio de Janeiro - Zona Norte. “Diante de toda a bagagem que adquiri nestes anos de trabalho com franquias, posso dizer que não existe uma fórmula pronta que garanta o resultado pretendido. Um exemplo interessante é a própria RE/MAX, uma marca global, que tem as suas diretrizes, mas que se adequa às necessidades e culturas de cada região”, explica. A facilidade que um empreendedor pode ter ao optar por uma franquia é receber o suporte para o desenvolvimento dos processos e, em alguns casos, os direcionamentos já prontos para serem executados. “Não diferente de outras franquias, na RE/MAX temos um FDM - Fundo de Marketing, que segue a hierarquia da Master franqueadora. Recolhemos 3% do faturamento bruto do franqueado para esse fundo. Parte desses 3% vão para a RE/MAX Brasil, que por sua vez repassa outra parte para a RE/MAX Internacional. Esse recurso é totalmente investido em ações de marketing para o desenvolvimento da regional em sua amplitude e especificidades locais. Por isso é possível ver a marca RE/MAX em filmes de Hollywood, merchandising em TV nacionais e ações regionais, seja institucional, de fortalecimento da marca, e mercadológicas, que geram mais vendas de imóveis. Uma imobiliária sozinha talvez não teria o budget necessário para planejar e executar tais ações”, destaca Daiana Sampaio. O baixo orçamento não pode ser uma desculpa para resultados insatisfatórios, conforme aponta a profissional de marketing. “Quando uma franquia tem um budget pequeno, parece ser um entrave para o crescimento, contudo, se tem um planejamento estratégico e botamos pra fazer a coisa acontece, a marca cresce, os profissionais são vistos, a roda gira e todos ganham juntos. Desde 2011, eu desenvolvo estratégias de marketing para redes de franquias com o foco no crescimento da marca e com orçamento reduzido, e funciona. É um marketing diferente, de gente pra gente. Os colaboradores se envolvem, eles imprimem sua identidade na marca e vivem a essência dela. É isso que o franqueado ganha, imediatamente, quando entra para uma rede de franquia com um marketing e processos bem estruturados”, diz. Sinônimo de empreendedorismo, Glauce Santos tem feito a diferença na Zona Norte do Rio de Janeiro. À frente da regional RE/MAX na região, que tem oito franquias sob o seu ‘guarda-chuva’, ela destaca a importância da estratégia de posicionamento de marca. “O marketing é fundamental. Ainda como Glauce Santos Imóveis, eu já investia pesado, pois sabia que era importante, afinal, eu sempre quis ser grande. Hoje, com a franquia RE/MAX, percebo que, mais que importante, o marketing é essencial”, opina a diretora.