Credítos: senivpetro
Cada vez mais, mulheres desenvolvem novas habilidades e impactam economia.
As mulheres ocupam a cada dia mais espaços sociais e econômicos. No meio empresarial não é diferente, e é impactado pelo empreendedorismo feminino. A economia agradece, afinal é uma força de trabalho que se apresenta qualificada e antenada às mudanças globais. Embora os indicadores de renda nem sempre acompanhem essa evolução, 2021 representou o quinto ano de alta na participação do sexo feminino no mercado de trabalho, segundo pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Para a advogada e empreendedora Regiane Esturilio, que está à frente do escritório Esturilio Advogados há mais de 20 anos, atender essa demanda não é necessariamente novidade. “Faz algum tempo que as mulheres atuam em qualquer área. Ao longo da minha experiência, aprendi que, ao gostar do que se faz e fazendo bem feito, a mulher tem espaço”, diz. Nessa direção, áreas promissoras, como o Direito, têm contribuído para essa evolução, com a consolidação profissional em escritórios e em concursos públicos. “Quando fazemos seleção aqui no escritório, a maior parte do público que recebemos é de advogadas e de futuras advogadas. Elas apresentam maior iniciativa profissional, o que as diferencia muito. Esse crescimento também é notável na própria composição dos tribunais, que agora começam a ter mais mulheres, como juízas que subiram de cargo e se tornaram desembargadoras. Essa ocupação tem sido gradual”, avalia Regiane. Além do desenvolvimento de carreiras, a importância do empreendedorismo feminino para os negócios é o giro na economia: na evolução dos patamares de remuneração e dos cargos. A iniciativa para empreender também passa por uma questão de exercício das ideias no posicionamento das mulheres para valorização e potencialização das próprias habilidades. “Todas e todos devem obter oportunidades iguais, afinal as mulheres têm capacidade de serem até melhores do que alguns homens. Mas, para ser válida, a conquista dessa igualdade vem pela competência e qualidade do trabalho. Não é só pelo fato de ser mulher”, analisa. Liderança como advogada e empresária A experiência de Regiane Esturilio não se restringe somente ao escritório de advocacia, onde é especialista em Direito Tributário. Ela é daquelas mulheres que buscam alçar voos em outros ramos econômicos. Recentemente, apoiou a abertura, em Curitiba, uma loja de donuts – as tradicionais roscas americanas. “Levamos oito meses de estudo só na preparação da receita, e deu certo. Os brasileiros que foram para os Estados Unidos vão lá rememorar a viagem e os americanos que passam por aqui ficam um pouquinho mais perto do sabor de casa”, conta. E ela dá a receita sobre o segredo para administrar tantas atividades. “Em primeiro lugar, ter a família como base faz uma grande diferença, com apoio diário nas atividades. A gente tem que acreditar que aquilo vale a pena e vai dar certo”, ensina. Esturilio Advogados - A banca especializada em direito tributário e societário, cível, ambiental, penal econômico, tem atuação nacional e está à frente de 2.100 processos ativos em direito contencioso de companhias de grande representação nacional do segmento da madeira, celulose e papel cartão localizadas na Região Sul e Sudeste. Comandado pela advogada e mestre Regiane Esturilio, o escritório oferece um serviço técnico altamente qualificado na área consultiva/preventiva, e para a defesa de casos contenciosos administrativos e judiciais, realiza o gerenciamento jurídico do passivo tributário, além do direito societário, civil ambiental e penal econômico.
Fonte: Smartcom