Credítos: wirestock
Gigante do setor de combustíveis cria solução gratuita para gestão de frotas.
Com o impulso das vendas online durante a pandemia, muitos negócios viram a necessidade de incluir serviços de entregas para atender a demanda dos clientes. Restaurantes e comércio buscaram soluções em startups parceiras, como aplicativos de delivery. No entanto, esbarraram em algumas limitações das plataformas e taxas que comprometem o lucro das vendas, um ponto delicado em meio aos impactos economia provocados em tempos de pandemia. Alguns empresários preferiram incluir novos colaboradores na folha de pagamentos para gerir diretamente as entregas de seus produtos. Com isso, outras necessidades surgiram, como a gestão dos veículos de entregas. Uma nova solução no mercado foi criada para permitir a administração de frotas de forma mais simples e sem custos adicionais que impactam os resultados da operação - e do preço ao consumidor final. Desenvolvida in house pela Raízen, gigante do setor de energia e licenciada da marca Shell, Shell Box Empresas é uma ferramenta de gerenciamento dos gastos da frota 100% digital, com visibilidade em tempo real, sem custos de implantação e sem mensalidade. "Em 2016 criamos o aplicativo Shell Box, que tornou os pagamentos nos postos mais práticos e seguros. Agora buscamos ampliar o serviço para empresários que contam com frotas em seus negócios, sem onerar seus custos de gestão", explica Marcelo Couto, Diretor de Marketing e Crescimento de Negócios da Raízen. A solução vai de encontro com a recente alta na demanda de serviços de entregas, principalmente no setor de alimentos, impulsionado pelas medidas de restrição contra os avanços da pandemia. Uma pesquisa do Sebrae em parceria com a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) mostra que, antes da pandemia, 25% dos empresários do ramo já utilizavam aplicativos de entregas. Com o isolamento social, esse número passou para 72%. A tendência é que os serviços de entregas e transporte de cargas continuem a crescer e, consequentemente, a necessidade de mais veículos e melhor gestão das operações. Segundo o Sebrae, só em 2021, foram abertos 22 mil novos registros de CNPJ de empreendimentos de transporte de cargas, sendo uma das 10 atividades econômicas mais atrativas para os empresários brasileiros. Altamente relevante para a economia, o setor de frotas consome cerca de 34 bilhões de litros de combustíveis anualmente, mas é pouco amigável com pequenos negócios, já que uma implementação própria exige investimentos como compra de veículo e contratação de pessoal. Couto explica que a nova plataforma é voltada principalmente para pequenas e médias empresas, sem limite mínimo ou máximo de veículos. Por ter usabilidade simples e intuitiva, não é necessário um profissional especializado em gestão de frotas para utilizar o sistema. O gestor ainda pode escolher a melhor forma de pagamento dos abastecimentos, pré ou pós-pago. "Percebemos que empreendedores que recentemente passaram a ter veículos em suas operações tinham dificuldade em fazer esta gestão. Quando procuravam as soluções existentes no mercado, encontravam orçamentos muito altos. Vimos a oportunidade de oferecer uma solução gratuita e que atende as necessidades desse mercado em expansão". Pelo portal, o gestor pode personalizar os abastecimentos da frota com definição de regras sem limite de veículos ou de condutores. É possível controlar o abastecimento por litro de combustível ou por valor, estabelecer limites por veículos e por períodos. Os condutores realizam o pagamento digital nos postos Shell usando o app Shell Box, sem contato com o frentista, de forma muito mais ágil e segura. Por ser 100% integrado à bomba de combustível, o aplicativo reduz o risco de eventuais fraudes. No app, basta selecionar o veículo que será abastecido, informar a quilometragem atual e digitar o código Shell Box de seis dígitos da bomba. O pagamento é feito automaticamente. A plataforma já é aceita em mais de 3.500 postos da rede Shell no País.
Fonte: Por Assessoria RAÍZEN