Credítos: Imagem divulgação
ONGs do clima na Alemanha ameaçam ação legal contra VW, Daimler, BMW.
O Greenpeace e a ONG ambientalista alemã Deutsche Umwelthilfe (DUH) entrarão com uma ação judicial contra a Volkswagen (VOWG_p.DE) , BMW (BMWG.DE) , Mercedes-Benz da Daimler (DAIGn.DE) , e gás e a petroleira Wintershall Dea (WINT.UL) se eles não intensificarem suas políticas para enfrentar a mudança climática, eles disseram nessa sexta-feira 03. Os casos seriam baseados em um movido contra a Royal Dutch Shell (RDSa.L) na Holanda no ano passado, argumentando que a falta de ação climática da empresa constituiu uma falha em seu dever de cuidar dos cidadãos, o que levou a uma decisão judicial em maio ordenando a empresa deve reduzir sua produção de CO2 em 45% em relação aos níveis de 2019 até 2030. Greenpeace e DUH exigem que as montadoras parem de produzir carros com motor de combustão até 2030 - antes da proibição efetiva proposta pela UE em julho de 2035 - e que Wintershall Dea se abstenha de explorar quaisquer novos campos de petróleo e gás a partir de 2026. Esses prazos são necessários para cumprir as metas dos acordos climáticos de Paris e da lei climática alemã, argumentam as ONGs. Eles estabeleceram um prazo de algumas semanas para que as empresas respondessem às suas demandas. Caso não o façam, as ONGs entrarão com processos nos tribunais alemães, disseram. Daimler e BMW disseram que estão comprometidos com os objetivos dos acordos climáticos de Paris e já estão no caminho para a neutralidade climática. A Wintershall DEA e a Volkswagen não estavam imediatamente disponíveis para comentar.
Fonte: Por REUTERS