Credítos: Imagem divulgação
Governo Federal permite autenticação digital.
A D4Sign, empresa de assinatura eletrônica, lançou essa semana uma nova opção para validar os signatários dos documentos gerados pela plataforma, por meio de dados federais, onde será possível comparar a selfie tirada pelo cliente e a biometria facial em qualquer documento previamente emitido pelo Governo Federal que contenha foto. A empresa é pioneira nesse segmento, sendo a primeira a utilizar fontes federais para garantir maior segurança dos documentos autenticados por elas. O nome denominado para este novo método é D4Sign Score. Mas não é a primeira vez que eles inovam, já que são os únicos no mercado a oferecer assinaturas gratuitas via PIX, e mais 10 opções de autenticação. Como funciona a autenticação pelo D4Sign Score? Para realizar a validação, o usuário deve entrar na plataforma da D4Sign, acessar o documento e escolher o método de autenticação selfie ou vídeo selfie + D4Sign Score. Em seguida, basta realizar o pagamento de R﹩99,99 para concluir a instalação do setup e validação com o Governo e, a partir disso, será cobrado R﹩1,99 por cada autenticação. O uso da selfie integrada ao banco de dados do Governo traz toda a confiabilidade e segurança da identificação facial feita a partir de dados federais. O sistema vai cruzar o reconhecimento de padrões nos rostos com a selfie feita pelo cliente no momento da assinatura. Essa verificação de identidade só será possível devido a coparticipação da D4Sign com os dados obtidos nas bases de órgãos federais. "Essa novidade é mais um passo que damos em direção à inovação com segurança, que garantirá aos nossos clientes tecnologia exclusiva e de confiança, já que estamos trazendo uma consulta direta com o Governo Federal. Para nós é gratificante sermos os primeiros a lançar essa integração e esperamos crescer cada vez mais, por meio da nossa qualificação", finaliza Rafael Figueiredo, CEO da D4Sign
Fonte: Assessoria de Imprensa