Credítos: valeria_aksakova
Hortifruti lidera pedidos nos supermercados online Entre o top 3 de categorias mais pedidas, frutas e legumes ocupam as posições de maior destaque
O último um ano e meio foi uma revolução para os supermercados: o que antes era presencial se tornou um dos principais setores com crescimento digital - entre março de 2020 e julho de 2021, as compras de supermercado por aplicativo cresceram 900% de acordo com dados da Linx, líder em tecnologia para o varejo, a partir de informações da vertical Mercadapp, especialista em e-commerce para supermercados. De repente, receber as compras em casa já fazia parte da rotina dos brasileiros: de acordo com a mesma base de dados, entre as preferências, frutas e hortaliças foram as mais pedidas por aplicativo no Brasil, enquanto o setor bovino teve o maior ticket médio. No hábito de consumo digital do brasileiro, as frutas lideram a lista, com 551.696 pedidos; Hortifruti seguido de legumes, com 499.939 pedidos; carne de frango, com 362.673 pedidos; Mercearia (geral), com 342.269 pedidos; Padaria (pães), com 340.290 pedidos; Laticínios (leite), com 307.877; carne bovina, com 279.461 pedidos; Limpeza (sabão), com 269.043 pedidos; Mercearia (óleos), com 239.335 pedidos; e Bebidas (cerveja), com 95.293 pedidos. Os destaques para o setor de hortifruti reforçam o maior interesse por alimentos saudáveis. Outra pesquisa, da Produce Marketing Association no Brasil, revelou que o nicho teve um aumento em torno de 20% com a pandemia e a consultoria RG Nutri, em parceria com a Tech Fit, constatou em um estudo que 78% dos entrevistados estavam mais atentos em relação à alimentação saudável. O frango, ocupando a terceira posição do ranking, reflete o atual cenário do Brasil em relação ao mercado de proteínas. Segundo a consultoria LCA, a carne bovina (que está na sétima posição entre os itens) terá a maior alta de preços do ano com 17,6%. Em comparação, o frango terá cerca de 11,8% de aumento. Além disso, hábitos de consumo dos consumidores também podem ter influenciado: estudo realizado em 2020 pelo Ibope e pelo The Good Food Institute (GFI) apontou que 50% dos entrevistados reduziram o consumo de carne de origem animal em 12 meses. Dentro da pesquisa da Linx, o ticket médio para os pedidos de açougue de carne bovina foi o maior entre as dez categorias analisadas, com R$43,35. Comparando com o valor de açougue de carne de frango, de R$27,42, o valor foi 58% maior. Hortifruti, destaque dos mais pedidos, considerando as subcategorias frutas e legumes, respectivamente, o ticket médio foi de R$21,24 e R$15,62. Sobre a Linx A Linx é uma empresa brasileira especialista em tecnologia para o varejo. Líder no mercado de software de gestão, com 45,6% de market share do mercado varejista, conforme atesta o IDC. Toda a expertise da Linx na jornada de compra é transformada em insights fundamentais para atingir o que os varejistas mais esperam: fidelizar seus consumidores e atingir resultados concretos e relevantes. A empresa possui mais de 3,5 mil colaboradores distribuídos entre sua sede em São Paulo, 16 filiais pelo Brasil e 5 países da América. Para saber mais, acesse o site da empresa.
Fonte: Asssessoria de Imprensa