Credítos: mrsiraphol
Índice de Preços dos Supermercados (IPS) registra desaceleração nas principais cestas de consumo.
O Índice de Preços dos Supermercados (IPS), calculado pela APAS/FIPE, mostra que cestas de produtos relevantes para o consumidor começaram a registrar desaceleração. É o caso da cesta da carne, que apresentou deflação de 0,55% em outubro. Dos 14 cortes de carnes acompanhados pela APAS, dez apresentaram deflação no mês. A redução dos preços se deu pela maior oferta interna e também pela estabilidade no custo de produção. Entre os cortes mais populares, o acém apresentou deflação de 3,10% em outubro, e a alcatra, de 1,39%. Apesar das quedas, os dois itens ainda carregam inflação no acumulado do ano, de 9,32% e 11,00%, respectivamente. A cesta de carnes acumula alta de 13,05% no ano. Em outubro, a inflação nos supermercados ficou em 0,94%, chegando a 8,83% no acumulado de janeiro a outubro e a 12,99% nos últimos 12 meses. A maior elevação de preços no mês ficou por conta dos hortifrutigranjeiros (produtos in natura), que apresentaram aumento de 3,37%. No acumulado do ano, a alta é de 2,35%, e de 11,47% nos últimos 12 meses. Em contrapartida, a cesta de legumes apresentou desaceleração: 0,35% em outubro, contra 7,11% registrados em setembro. No acumulado do ano, o grupo registra alta de 25,63% e de 22,07% nos últimos 12 meses. Um dos principais produtos que contribuíram para o resultado foi o tomate, item sensível às variações climáticas, cujo amadurecimento foi comprometido em decorrência das baixas temperaturas e do clima seco. O produto registrou alta de 16,92% em outubro, acumulando 43,74% no ano e 39,82%, nos últimos 12 meses. Os produtos industrializados registraram índice de inflação menor do que no mês anterior: 1,01% contra 1,61% em setembro. No acumulado do ano, porém, a alta ficou em 11,92% e em 15,92% nos últimos 12 meses. Os derivados do leite, que representam o maior peso da cesta, contribuíram para tal resultado. Registraram inflação de 1,09% em outubro, 14,95% no acumulado do ano e 16,53% nos últimos 12 meses. O vilão foi o iogurte, que inflacionou 2,50% no mês, acumula 22,86% no ano e 21,87% nos últimos 12 meses. A escassez de chuvas e das geadas ocorridas na metade do ano inflacionaram principalmente as frutas, que subiram 2,02%. A laranja inflacionou 9,36% em outubro, chegou a 2,26% no acumulado do ano e a 26,51%, nos últimos 12 meses. Sobre a APAS – Com 50 anos de tradição, a Associação Paulista de Supermercados representa o essencial setor supermercadista no Estado de São Paulo e busca integrar toda a cadeia de abastecimento com a sociedade. A entidade, que possui 3 distritais na cidade de São Paulo e 13 regionais distribuídas estrategicamente pelo estado, conta hoje com 1.505 supermercados associados que somam 4.315 lojas
Fonte: Por Assessoria de Imprensa