Credítos: freepik
Na Black Friday, influenciadores venderam 389% a mais este ano
Segundo a maior plataforma de monetização de conteúdo online, a LTK, houve aumento de 389% nas vendas via influenciadores na Black Friday deste ano, em comparação ao mesmo período de 2020. O número total de pedidos na plataforma neste único dia aumentou em 460% e cresceu em 91% a quantidade de influenciadores gerando vendas na data. No top 5 de itens mais vendidos estão os produtos para cabelo Kit Cadiveu Essentials Quartzo Shine by Boca Rosa e Kit Cadiveu Essentials Boca Rosa Hair, a mochila Nike Heritage 2.0 Unissex, a Máscara Capilar Truss Net e a Escova Secadora Black Purple ES-08, da Mondial. Ao longo de todo o Black November, como é conhecido o mês que acontece a Black Friday e em que as marcas antecipam algumas promoções, as vendas via LTK cresceram ainda mais: +448%, contando com um ticket médio de R﹩ 181. O ano passado, marcado pelo isolamento social, e que forçou o fechamento das lojas físicas, consolidou a confiança das marcas e dos consumidores no ecommerce. Em 2020, as vendas online da Black Friday bateram um recorde no Brasil, movimentando ao todo 4 bilhões de reais. A nova maneira de consumir também acrescentou à autoridade dos influenciadores digitais, que passaram a ter um papel ainda maior na decisão de compra do brasileiro. Se já em 2019, mais de 76% dos brasileiros admitia ter comprado por recomendação de influenciadores, em 2021, nosso país passou a liderar oficialmente o ranking de países "influenciados digitalmente", de acordo com o Statista Global Consumer Survey. "Em datas de grande movimentação do varejo, como a Black Friday e o Natal, o consumidor acaba se perdendo em meio a tantas oportunidades e ofertas variadas" explica Philip Kauders, head da LTK, na América Latina. "Uma pesquisa da Neotrust apontou que 12% das pessoas que não compram na Black Friday, deixam de comprar porque não conseguem encontrar o produto que querem. É aí que entra a curadoria dos nossos influenciadores, que vão não apenas recomendar os produtos, mas também direcionar o consumidor diretamente ao link da compra. Garantimos uma comissão aos influenciadores a cada venda realizada, de forma que marca, consumidor e criador de conteúdo saem ganhando", conclui.
Fonte: Por Assessoria de Imprensa