Credítos: rawpixel.com
Óculos em impressão 3D: startup mostra o processo de criação e desenvolvimento dos produtos
O mercado de impressão 3D iniciou seu desenvolvimento em meados de 1980, com a produção de protótipos e equipamentos de alta tecnologia, entre outros experimentos que tiveram direcionamento mais amplo com o passar do tempo. O que parecia uma realidade distante, ganhou força ao longo dos anos e hoje é possível encontrar diversos produtos que foram produzidos por meio da manufatura aditiva. Com o setor óptico não é diferente: chegando para revolucionar o mercado, a Yoface, primeira empresa brasileira a produzir óculos em impressão 3D, customiza peças através de inteligência artificial, com o intuito de unir tecnologia, inovação e sustentabilidade. Em um ambiente preparado para receber a instalação de uma impressora de grande porte, que é a utilizada para a produção dos óculos, o processo se inicia com a concepção do design da peça, seu tamanho e modelo. O arquivo desenhado é enviado para a impressora, que entregará o produto físico. Após essa etapa, a peça é higienizada, recebe a coloração e o acabamento final para que o produto seja montado. Com foco na sustentabilidade, a Yoface utiliza Poliamida 12, também conhecida como PA12, e também polipropileno, para a produção dos produtos. Os materiais permitem um aproveitamento de 100% da matéria-prima e oferecem economia significativa, visto que podem ser reutilizados em uma nova mistura, além de evitar o desperdício e não poluir o meio ambiente. O fundador e CEO da Yoface, Ivan Cavilha, garante que a peça pode durar por muitos anos, pois possui resistência acima da média dos tradicionais processos fabris. “Como com qualquer outro produto, os cuidados com os nossos óculos são os mesmos: lavá-los com frequência e conservar em local seguro”, explica o CEO. “Nossa marca também oferece garantias adicionais aos clientes, pois podemos reimprimir qualquer parte do óculos, o que é uma grande vantagem, uma vez que as pessoas não precisarão comprar novamente o modelo inteiro”, comenta Cavilha. De acordo com um levantamento realizado pela Kantar, 84% dos consumidores buscam marcas que apoiam causas pelas quais se identificam. Além disso, uma pesquisa do Mercado Livre mostra que houve um aumento de 55% na procura por produtos sustentáveis no último ano. Segundo a análise, apenas no Brasil 1,4 milhão de consumidores escolheram por produtos da categoria, o que indica que as pessoas passaram a buscar alternativas para minimizar os possíveis danos causados ao planeta. Pensando no meio ambiente, a Yoface escolheu a manufatura aditiva para apoiar uma política concreta que envolve o planeta. “Acredito que as pessoas estão criando uma consciência real e estão optando, cada vez mais, por marcas que observam ações reais e urgentes em torno da sustentabilidade. Com nossos óculos, conseguimos oferecer um produto maravilhoso ao tempo em que contribuímos de forma positiva para o meio ambiente”, finaliza Ivan.
Fonte: Por Assessoria de Imprensa