Credítos: Imagem divulgação
Mãe e empreendedora: conheça Milene Guerson, a mente por trás do iFraldas
Divulgado no ano passado pela Agência Brasil, o estudo Estatísticas de Gênero do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), revela que mulheres com filhos de até três anos representam 54,6% da força materna no mercado de trabalho em 2019. Com os afazeres domésticos, cuidados com os filhos, o trabalho de uma mãe nunca termina ao sair de um escritório. Quando o cenário envolve liderar o próprio negócio, a linha entre a mãe e empreendedora tende a ser bem tênue. E foi justamente esse o caso de Milene Guerson, visto que a sua jornada no empreendedorismo começou por conta da sua gravidez. Mestre em Direito pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), Milene vislumbrou a oportunidade de criar o iFraldas a partir de um dilema de sua vida pessoal. Em 2016, grávida de gêmeos, ao realizar o seu chá de fraldas, percebeu alguns mecanismos que tornam a comemoração árdua, sendo o maior deles: a lista de presentes. Na ocasião, ela se deparou com a dificuldade de escolher os itens de sua lista, por conta do receio de que algum produto ou marca pudesse desencadear alergias em seus bebês. Logo, a ideia de criar uma ferramenta para facilitar processo de organização desse tipo de confraternização começou a tomar forma, surgindo assim o iFraldas. “Eu não entendia nada sobre fraldas. Lembro de fazer pesquisas com minhas amigas que já eram mães sobre marcas e quais tamanhos mais usaria, mas cada uma me falava uma coisa diferente. Fiquei muito perdida. Por fim, ganhei dezenas de pacotes de fraldas de marcas variadas, entulhadas na minha casa e da minha mãe, e muitas delas nem usei. Depois de tantas complicações e desperdícios logo pensei que precisávamos de uma maneira de fazer isso melhor”. A plataforma funcionaria da seguinte maneira, de modo simples e fácil, a futura mamãe iria criar uma lista online de presentes e a compartilharia com seus convidados, no entanto ela receberia o valor desses itens em dinheiro. Sendo assim, problemas de logística, acúmulo de produtos e desperdícios estariam resolvidos. Naquela época, Milene ainda atuava no serviço público em Minas Gerais, onde construiu uma carreira de 15 anos, passando por setores como: o Tribunal de Justiça de Minas Gerais e na EBSERH, empresa pública federal. “Durante o desenvolvimento e início da operação do iFraldas, continuei trabalhando na Ebserh. Era uma função pública que eu não estava disposta a abrir mão facilmente. Então, nos anos seguintes, me dividia entre o serviço público de dia e a startup e os gêmeos à noite, madrugadas e fins de semana. Não foi nada fácil. No iFraldas éramos apenas eu, meu marido e minha irmã. E então o negócio cresceu, novos sócios entraram, montamos um escritório e aumentamos a equipe. Nesse momento, entendi que precisava me dedicar exclusivamente à empresa; foi quando resolvi pedir exoneração do serviço público”. O iFraldas começou suas atividades em dezembro de 2018, com Milene exercendo uma jornada tripla, sendo mãe, funcionária pública e empreendedora ao mesmo tempo. Somente em 2021 ela optou por se dedicar integralmente à empresa. No início, as operações eram lideradas por Milene ao lado da irmã, Michelle Guerson, Diretora Comercial, e do marido, João Schuery, CFO. Dois anos depois, em 2020, entraram para o time os amigos Wilson Nogueira, CMO, Carlos Spineli, CTO e Rogério Maciel, Desenvolvedor Front End. Com atuação no Brasil e no exterior, atualmente o iFraldas possui mais de 60 mil usuários, distribuídos em 1,8 mil cidades brasileiras e em três continentes, e em 2021 realizou mais de 7 mil chás de bebê e transacionou mais de R$ 8 milhões de reais em presentes, se consolidando como a plataforma mais pesquisada pelos brasileiros no Google.
Fonte: Por Assessoria