HOME

NOTÍCIAS

Autoridades brasileiras e mundiais parabenizam Joe Biden pela vitória

Autoridades brasileiras e mundiais parabenizam Joe Biden pela vitória

Reprodução

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, foi a primeira autoridade brasileira a parabenizar o presidente eleito dos EUA, Joe Biden, pela vitória à presidência contra o presidente Donald Trump. Através da sua conta no twitter, Maia disse que “a vitória de Biden restaura os valores da democracia verdadeiramente liberal, que preza pelos direitos humanos, individuais e das minorias”. A vitória de @JoeBiden restaura os valores da democracia verdadeiramente liberal, que preza pelos direitos humanos, individuais e das minorias. Parabenizo o presidente eleito e, em nome da Câmara dos Deputados, reforço os laços de amizade e cooperação entre as duas nações.— Rodrigo Maia (@RodrigoMaia) O presidente da Câmara também ressaltou que reforça “os laços de amizade e cooperação” entre Brasil e EUA. Logo após, outras autoridades também se pronunciaram. O governador de São Paulo, João Dória, em uma carta oficial, redigida em inglês ressalta seu interesse em fortalecer os laços com os Estados Unidos. "Como governador do estado de São Paulo, maior parceiro comercial dos Estados Unidos no Brasil, gostaria de fortalecer os laços entre nossas sociedades. São Paulo apoia políticas economicamente orientadas pelo mercado aliadas à proteção ambiental", diz Doria, na carta. O governador do Maranhão, Flávio Dino, disse estar "muito feliz" com a derrota de Donald Trump. "Com ele, caem os que fazem apologia à violência, os que negam as mudanças climáticas, os irresponsáveis no combate ao coronavírus, os defensores do racismo. Ou seja, Bolsonaro está ainda mais isolado nas suas absurdas posições", afirmou. "Ao que tudo indica, Joe Biden será o próximo presidente dos EUA Parabenizo o novo presidente e desejo um caminho de parcimônia, diálogo, tolerância e perseverança!", afirmou o governador de Minas Gerais, Romeu Zema. "Começa pelos Estados Unidos o reconhecimento de que a aventura em que o mundo entrou há alguns atrás, elegendo candidatos de extrema direita, precisa ser revista em função dos resultados nulos ou negativos apresentados", comentou o governador da Paraíba, João Azevêdo. Vários líderes mundiais também felicitaram o candidato democrata Joe Biden pela vitória na eleição para presidente dos Estados Unidos. Os principais líderes da União Europeia parabenizaram Biden pela vitória. O presidente da França, Emmanuel Macron, disse, por meio de rede social, que quer trabalhar em conjunto com Biden para "superar os desafios de hoje". "Os americanos escolheram seu presidente. Parabéns @JoeBiden e @KamalaHarris! Temos muito que fazer para superar os desafios de hoje. Vamos trabalhar juntos! O primeiro-ministro espanhol, Pedro Sánchez, registou os seus parabéns ao povo dos Estados Unidos por ter escolhido o seu 46º presidente. "O povo americano elegeu seu 46º presidente. Parabéns @JoeBiden e @KamalaHarris. Desejamos-lhe boa sorte. Estamos prontos para cooperar com os Estados Unidos e enfrentar juntos os grandes desafios globais", escreveu. Quem também enviou uma mensagem a Biden foi a chanceler alemã, Angela Merkel. Seu porta-voz, Steffen Seibert, publicou um comunicado, no qual Merkel diz estar contente com a futura colaboração com Biden. Outras autoridades como o primeiro-ministro da Itália, Giuseppe Conte, o primeiro-ministro de Portugal, António Costa, o primeiro primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, o primeiro-ministro da Índia, Narendra Modi também registraram suas felicitações ao presidente eleito nos Estados Unidos. Na América do Sul, o presidente argentino, Alberto Fernández e os presidentes do Chile, Sebastian Piñera; do Paraguai, Mario Abdo Benítez; do Uruguai, Luis Lacalle Pou; e da Colômbia, Iván Duque, também usaram as redes sociais para parabenizar Biden e Kamala.

Redação