HOME

NOTÍCIAS

Laboratório Sinovac diz que confia na segurança da vacina contra coronavírus

Laboratório Sinovac diz que confia na segurança da vacina contra coronavírus

Reprodução jornaldebrasilia

O laboratório chinês Sinovac diz que confia na segurança da vacina contra o coronavírus desenvolvida pela empresa em parceria com o Instituto Butantan. Após a suspensão dos testes no Brasil pela Anvisa, a companhia afirmou que o estudo é realizado estritamente de acordo com os padrões internacionais das boas práticas clínicas. “Estamos confiantes na segurança da vacina”, afirmou a Sinovac em um comunicado, no qual destaca que o incidente em questão não tinha “relação” com a vacina, desenvolvida entre a farmacêutica chinesa Sinovac e o Instituto Butantan. O texto também menciona as declarações do diretor do Butantan, Dr. Dimas Covas, de que o evento adverso grave, citado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária para justificar a suspensão, não tem relação com a vacina. “Como são mais de 10 mil voluntários nesse momento, pode acontecer óbitos. Nesse momento, [o voluntário] pode ter um acidente de trânsito e morrer. Ou seja, é um óbito não relacionado à vacina”, disse Covas. Os detalhes sobre o incidente não foram revelados por conta da privacidade, mas foi divulgado que os efeitos colaterais podem ser fatais, gerar incapacidade ou invalidez persistente ou significativa, internação hospitalar, entre outros. O contratempo para a CoronaVac ocorreu no mesmo dia em que o grupo farmacêutico americano Pfizer anunciou que sua vacina contra a Covid-19 tem 90% de efetividade. As vacinas da Pfizer e Sinovac estão na última fase antes de obter ou não a aprovação das autoridades reguladoras. As duas estão sendo testadas no Brasil, o país com o segundo maior número de mortos por covid-19, atrás apenas dos Estados Unidos.

Da Redação