HOME

NOTÍCIAS

Telefônica Brasil conclui conversão de ações preferenciais em ordinárias e amplia direitos a todos os acionistas

Telefônica Brasil conclui conversão de ações preferenciais em ordinárias e amplia direitos a todos os acionistas

ReproDavid Melcon Sanchez-Friera, CFO da Telefônica Brasil. Foto: divulgaçãodução

A Telefônica Brasil anuncia a conclusão do processo de conversão, em sua totalidade, das ações preferenciais (negociadas com o ticker VIVT4) em ações ordinárias (VIVT3), garantindo a ampliação dos direitos aos acionistas, em linha com o mais alto nível de Governança Corporativa do mercado. A partir desta data, apenas o ticker VIVT3 estará disponível para negociação das ações da Telefônica Brasil na B3. "A unificação das classes de ações reforça o nosso compromisso com elevados padrões de Governança Corporativa, garantindo mais direitos e proteção aos acionistas ao estender o direito de voto, entre outros benefícios, aumentando a atração de novos investidores e a liquidez das ações negociadas publicamente pela empresa", diz o CFO da Telefônica Brasil, David Melcon. Paralelamente, a Telefônica deu prosseguimento à conversão do programa de American Depositary Receipt (ADR) - certificado de ações para que empresas estrangeiras negociem títulos nas bolsas norte-americanas. Com isso, a Bolsa de Valores de Nova Iorque (NYSE) passará a negociar ADRs lastreadas em ações ordinárias. A iniciativa reforça o compromisso da companhia com as melhores práticas ESG (Ambiental, Social e Governança, na tradução da sigla em inglês). A empresa figura na lista das dez companhias de destaque no novo índice de Sustentabilidade, o S&P/B3 Brasil ESG.

assessoria de imprensa Vivo