HOME

NOTÍCIAS

Mercado Livre escolhe a Amazon Web Services como principal provedora de nuvem

Mercado Livre escolhe a Amazon Web Services como principal provedora de nuvem

Reprodução

A Amazon Web Services, Inc., uma empresa da Amazon.com, Inc., anunciou que o Mercado Livre, com sedes na Argentina e no Brasil, escolheu a AWS (sigla para Amazon Web Services) como principal provedor de nuvem para transformar a empresa em uma organização ainda mais baseada em dados, melhorar a experiência dos usuários, acelerar o lançamento de novos serviços e apoiar sua expansão regional. O Mercado Livre é o maior provedor de comércio e pagamentos online da América Latina e conecta negócios em 18 países com mais de 76 milhões de usuários ativos. A companhia conta com a escalabilidade, segurança e desempenho comprovados da nuvem líder mundial, bem como no portfólio incomparável de serviços da AWS, para impulsionar o e-commerce e apoiar o rápido crescimento da plataforma de pagamentos digitais Mercado Pago e da linha de crédito Mercado Crédito. Durante a pandemia da COVID-19, a organização usou a AWS para estender os serviços às pequenas e médias empresas da América Latina, dando a eles acesso a pagamentos online e tecnologia de pagamento de lojas sem contato físico. O Mercado Livre escolheu a AWS para apoiar o desenvolvimento de uma plataforma comum para obter insights de mais de 20 anos de dados coletados de suas divisões de marketplace, pagamentos digitais, logística, publicidade e serviços de software. Como parte da transformação em uma organização baseada em dados, a líder na América Latina está construindo o MeliLake, um data lake dentro do Amazon Simple Storage Service (Amazon S3), para ingerir dados de vendas, pagamentos, cumprimentos e transações de envio e disponibilizá-los para análise por equipes de toda a empresa. O MeliLake utiliza o Amazon EMR (serviço de big data em nuvem líder do setor da AWS para processar grandes quantidades de dados usando ferramentas de código aberto) para facilitar o processamento e análise de mais de 25 terabytes de dados de transações todos os dias. A empresa também aproveita ferramentas dos parceiros da AWS, Tableau e MicroStrategy para marcar, pesquisar, compartilhar, transformar e analisar automaticamente esses dados. O Mercado Livre e seus funcionários agora podem descobrir e consultar conjuntos de dados e descobrir padrões de compra de clientes ou tipos de pagamentos, ajudando a melhorar a eficiência operacional e impulsionar o desenvolvimento de novas experiências com o cliente. Além disso, o Mercado Livre aplica serviços de machine learning da AWS para aumentar a segurança em suas divisões e oferecer uma melhor experiência ao cliente. A equipe de detecção de fraudes do Mercado Pago – plataforma responsável por pagamentos dentro do Mercado Livre – utiliza o Amazon Rekognition (serviço de análise de vídeo e imagem da AWS) como parte de seu processo de verificação de identidade para consumidores que desejam comprar através do Mercado Livre, ajudando a minimizar qualquer tipo de fraude. Para adaptar rapidamente seu conteúdo a uma região multicultural, onde a maioria dos clientes fala português ou espanhol, o Mercado Livre usa o Amazon Translate (serviço de machine learning da AWS para tradução altamente precisa de idiomas) para traduzir automaticamente títulos e descrições de produtos quando fornecedores de outros países carregam seus catálogos. O Mercado Livre conta com uma infraestrutura altamente segura, performática e ampla da AWS, que inclui serviços de computação, armazenamento, banco de dados, analytics e machine learning para períodos movimentados de compras, como feriados (quando processa mais de 2,2 milhões de transações por segundo no pico) e eventos inesperados, como a pandemia da COVID-19, quando mais pessoas optaram pelo e-commerce e por pagamentos digitais. A empresa usa o Amazon Elastic Compute Cloud (Amazon EC2) para processar uma média de 464 visitas e 19 compras por segundo. Também utiliza o Amazon DynamoDB (base de dados de valor-chave da AWS que oferece desempenho de milissegundos de um dígito em qualquer escala) com criptografia incorporada e recuperação de dados – para apoiar transações seguras de compra e pagamento para seus clientes, bem como gerenciar o faturamento, o envio e a logística. "O Mercado Livre cresceu drasticamente nas últimas duas décadas, democratizando os benefícios do comércio e dos pagamentos digitais para empreendedores, pequenas e médias empresas e milhões de clientes em toda a América Latina. Trabalhando com a AWS, nosso objetivo é superar ainda mais as expectativas de nossos clientes, aproveitando dados para melhorar continuamente nossas operações e inovar novos serviços", comenta Sebastian Barrios, vice-presidente de tecnologia do Mercado Livre. "Os funcionários do Mercado Livre usam dados em suas tarefas diárias para tomar melhores decisões de negócio e ficar à frente das tendências de compra. Estamos ansiosos para expandir nosso uso de serviços de machine learning e analytics da AWS em toda a empresa para desenvolver insights mais profundos que sustentarão a posição do Mercado Livre como motor de crescimento para a América Latina". "Como um dos principais inovadores das indústrias de e-commerce, finanças e tecnologia, o Mercado Livre está usufruindo da escala, do desempenho, da amplitude e da profundidade incomparáveis dos serviços da nuvem líder mundial para desenvolver e implementar rapidamente novas ideias que elevam o nível das experiências dos clientes", avalia Jaime Valles, diretor de vendas na AWS América Latina. "A AWS não só alimenta as vastas operações de back-end do Mercado Livre para seu marketplace, como também fornece os serviços para permitir que o Mercado Livre obtenha insights preditivos sobre as tendências dos negócios e inove novos serviços para conectar mais perfeitamente sua crescente comunidade de compradores e vendedores."

assessoria de imprensa Mercado Livre