HOME

NOTÍCIAS

ACG Brasil espera crescer 30% em 2021 e bater o marco de 12 bilhões de cápsulas produzidas no ano

ACG Brasil espera crescer 30% em 2021 e bater o marco de 12 bilhões de cápsulas produzidas no ano

Divulgação

A ACG Brasil, fornecedor mundial de soluções de fabricação integradas para a indústria farmacêutica, investiu no ano passado cerca de 350 milhões de reais na construção e em maquinários de última geração para chegar ao que é hoje a fábrica mais moderna e tecnológica da América Latina. A unidade fabril está localizada em Pouso Alegre, Sul de Minas Gerais, e tem a expectativa de crescer 30% em 2021, aumentando as vendas em 50%, com um recorde de produção de 1 bilhão de cápsulas/mês. A planta possui certificações que permitem tanto atender o mercado doméstico, quanto exportar para os EUA, México, África e demais países da América Latina. Em 2020, a multinacional anunciou que já cresceu 32% e comemora o recorde de vendas de cápsulas, que, no mês de outubro conquistou a marca de 1 bilhão de cápsulas/mês. A projeção ainda é repetir esse marco de produção e vendas nos meses outubro, novembro e dezembro, demanda que também foi impulsionada pela pandemia do novo coronavírus. "Estamos otimistas comas projeções para o mercado farmacêutico e a nossa expectativa é manter o ritmo de crescimento a todo vapor, além de conquistar novos mercados, como África, USA e América Latina", comenta Raphael Sideris, head de vendas do Brasil e América Latina da ACG. No Brasil, a ACG atua na área de cápsulas, filmes, engenharia e inspeção e conta com cerca de 500 profissionais em toda a América Latina. A unidade, que conta com tecnologia indiana e inteligência de mercado brasileira, é destinada à fabricação de cápsulas para os segmentos farmacêutico, nutracêutico e alimentício, sendo a única empresa do mercado nacional que produz cápsulas duras para preenchimento líquido.

assessoria de imprensa ACG