HOME

NOTÍCIAS

Danone reverte dinheiro de festa de fim de ano para ONG Gerando Falcões

Danone reverte dinheiro de festa de fim de ano para ONG Gerando Falcões

Divulgação

A Danone anunciou que irá reverter a quantia que seria inicialmente destinada às confraternizações de fim de ano para a ONG Gerando Falcões - uma plataforma de desenvolvimento social que atua em rede para acelerar o poder de impacto de líderes de periferias que possuem um sonho comum: colocar a desigualdade social das favelas no museu. O dinheiro, que seria para a produção da festa de confraternização de fim ano da Danone, terá um destino diferente esse ano. A ONG investirá no seu programa de qualificação profissional de jovens das favelas e periferias e no Bazar-escola. O objetivo da ação é iniciar uma parceria com potencial de expansão para outros programas corporativos da empresa, além de gerar orgulho dos danoners (como são chamados os funcionários da Danone). A empresa reconhece que essa ação só está sendo possível devido à dedicação dos Danoners para que a companhia não parasse um dia sequer de produzir e fornecer alimentos e bebidas essenciais para a população durante o período delicado pelo qual o mundo está passando. "Para nós, danoners, é um orgulho poder contribuir para que essas famílias tenham um fim de ano mais especial. Queremos que essa parceria seja apenas o começo de uma longa jornada de apoio à Gerando Falcões. Desde a década de 70 a companhia tem no seu DNA o que chama de Projeto Duplo, que estabelece um modelo de negócio que promove crescimento econômico e progresso social. Na Danone, compartilhamos fortes valores de humanismo, abertura, proximidade e entusiasmo e queremos realmente contribuir para ajudar a fazer mudanças na vida dessas famílias", destaca Cibele Zanotta, Diretora de Assuntos Corporativos da Danone. A Gerando Falcões trabalha em rede para acelerar o poder de impacto de líderes de periferias e favelas formação de jovens, ajudando no desenvolvimento de habilidades e competências socioemocionais aliado a habilidades técnicas específicas e básicas, como pacote office, empreendedorismo, orientação vocacional, entre outros. Desta forma, o aluno se desenvolverá nos aspectos pessoais e emocionais, que o qualificarão para qualquer tipo de trabalho e atividade, atrelados a habilidades técnicas específicas e importantes para o mercado de trabalho. Este mix de aprendizagens promoverá a qualificação do novo profissional do futuro. Já o Bazar-escola, aposta em economia circular, criando um varejo social - um negócio de impacto social que dá acesso a bens de consumo para a população de baixa renda, até 60% mais barato que o tradicional - e na capacitação de jovens participantes do Programa de Qualificação Profissional da ONG, onde eles colocam o aprendizado em prática. Todo o resultado de vendas será reinvestido em programas de transformação nas periferias e favelas. "Estamos buscando novas formas de gerar sustentabilidade para os programas da Gerando Falcões. Essa parceria com a Danone é mais um belo exemplo de uma ação que tem como objetivo erguer pontes de oportunidades entre a periferia e o centro, envolvendo a iniciativa privada em um movimento que visa promover mudanças sistêmicas no país", afirma Edu Lyra, fundador e CEO da Gerando Falcões. Por fim, essa última doação do ano vem a somar com doações de alimentos realizadas pela companhia ao longo de 2020. Foram doadas mais 570 toneladas de produtos para os governos de São Paulo e Minas Gerais, para ajudar a compor cestas básicas para beneficiar diretamente pessoas menos favorecidas dos Estados, e para o Mesa Brasil - rede nacional de bancos de alimentos contra a fome e o desperdício, para contribuir para a promoção da cidadania e a melhoria da qualidade de vida de pessoas em situação de pobreza, em uma perspectiva de inclusão social.

assessoria de imprensa Danone