HOME

NOTÍCIAS

iFood lidera aceleração da imunização de profissionais de serviços essenciais

iFood lidera aceleração da imunização de profissionais de serviços essenciais

Foto Midori de Lucca (divulgação iFood)

Para acelerar o processo de vacinação e imunização dos entregadores parceiros e profissionais que estão na linha de frente e exercem serviços essenciais neste momento no Brasil, o iFood cria uma nova onda do movimento Todos à Mesa , que nasceu com o objetivo de gerar impacto positivo na sociedade brasileira em meio à pandemia. "Desde o início da pandemia, criamos medidas pensando em ajudar todo o ecossistema. Os entregadores e entregadoras tiveram e ainda têm um papel essencial, ajudando a manter pessoas seguras em casa. Por isso, parte dos R﹩100 milhões será destinado à vacinação desses parceiros. Proteger entregadores será o começo e, com a ajuda de outras empresas, podemos estender a iniciativa para outros profissionais que trabalham na cadeia de suprimentos, logística e alimentos que também seguiram desempenhando suas funções para que ninguém ficasse desabastecido", explica Fabrício Bloisi, Presidente do iFood. Liderando a iniciativa, a foodtech fará um aporte inicial de R$10 milhões, totalmente dedicada à imunização de entregadores, e pretende mobilizar mais companhias brasileiras para arrecadação em prol da ação, chegando ao montante de R$100 milhões para auxiliar o país na luta contra a COVID-19. Empresas de todos os portes ou segmentos poderão contribuir com a doação ao fundo, com qualquer valor. Ainda segundo o executivo, a iniciativa tem como objetivo incentivar a colaboração entre empresas e governo para acelerar processos, permitindo que a vacinação chegue mais rápido à toda a população e àqueles que atuam na linha de frente. "Vimos grandes exemplos de cooperação entre iniciativa privada e governo que contribuíram muito para enfrentamento à pandemia e, neste momento tão decisivo na luta contra o vírus, queremos ajudar e incentivar que outras empresas façam o mesmo", comenta o executivo. Com o fundo, a empresa pretende colaborar em questões ligadas à vacinação que possam ajudar o país a enfrentar a pandemia com foco nos profissionais de linha de frente. Os recursos serão direcionados de acordo com o que for decidido junto às empresas integrantes do movimento e os governos federal e estaduais, visando trazer uma solução rápida e eficiente para o Brasil. "O valor arrecadado poderá ser destinado para, por exemplo, a compra de insumos ou medidas que viabilizem uma logística mais rápida de distribuição da vacina nos diversos municípios e regiões do país . A aquisição de vacinas será feita, se isto for permitido, sempre dentro dos planos já pré-estabelecidos pelas autoridades competentes", explica Bloisi. Este movimento está atrelado ao "Todos à Mesa", iniciativa criada em maio que reuniu grandes indústrias do ramo de bebidas e bens de consumo para viabilizar a distribuição de refeições prontas para entregadores parceiros, cestas básicas à população em situação de vulnerabilidade e ofereceu ajuda a restaurantes locais. Na sua primeira onda, em maio deste ano, o Todos à Mesa auxiliou 453 mil pessoas em situação vulnerável e restaurantes locais, além de arrecadar R$4,3 milhões pela plataforma de doações do aplicativo. As empresas interessadas em fazer parte deste movimento podem entrar em contato com o iFood pelo todosamesa@ifood.com.br. Mais informações podem ser consultadas pelo site: https://institucional.ifood.com.br/nossa-entrega/todos-a-mesa/

assessoria de imprensa iFood