HOME

NOTÍCIAS

Ações do Alibaba caem após relatos de investigação antimonopólio da China

Ações do Alibaba caem após relatos de investigação antimonopólio da China

Reprodução/ Internet

As ações da Alibaba caíram tanto em Hong Kong quanto no comércio de horário estendido nos Estados Unidos, à medida que surgiam relatos de que o governo chinês estava conduzindo uma investigação antimonopólio no gigante da tecnologia. A Administração Estatal de Regulamentação do Mercado da China disse, por meio de canais on-line oficiais, que abriu uma investigação sobre o Alibaba por práticas monopolistas. O principal problema mencionado era uma prática que obriga os comerciantes a escolher uma das duas plataformas, em vez de poder trabalhar com ambas. A notícia vem na esteira de um impulso crescente - e em grande parte inesperado - das autoridades chinesas para controlar suas maiores empresas de tecnologia por meio de ações regulatórias. O Alibaba confirmou a investigação do regulador de mercado em um comunicado público e disse que “as operações comerciais continuam normais”. A Bloomberg divulgou a notícia pela primeira vez, anunciada pela agência de notícias estatal chinesa Xinhua. As autoridades chinesas também disseram que se reunirão com a Ant, afiliada do Alibaba, para supervisionar a empresa de tecnologia financeira em questões como operar de forma orientada para o mercado e levando em consideração os direitos e interesses dos consumidores. O Banco Popular da China disse em seu site que os outros reguladores participantes são a Comissão Reguladora de Bancos e Seguros da China, a Comissão Reguladora de Valores Mobiliários da China e a Administração Estatal de Câmbio. A Ant confirmou em comunicado público que recebeu na quinta-feira um aviso de reguladores para uma reunião. No mês passado, os reguladores suspenderam abruptamente a oferta pública inicial massiva da empresa poucos dias antes da listagem planejada em Hong Kong e Xangai. Publicado pelo canal americano CNBC

Redação